Blog

Rio antigo: o Quartel-General da PM na Evaristo da Veiga em 1912

Os uniformes dos policiais montados em cavalos não negam: é do início do século a foto do Quartel-General da Rua Evaristo da Veiga que o governo estadual quer vender para a Petrobras por R$ 336 milhões.

No registro, dá para ver a Capela da Arquiepiscopal Irmandade Imperial Nossa Senhora das Dores, que foi erguida no século XIX, no terreno do QG que tem 13.500 metros quadrados. O prédio do quartel é mais antigo ainda. Foi construído em 1732 com a finalidade de abrigar padres franciscanos. Lá foram plantadas as primeiras mudas de café oriundas do Pará que posteriormente foram distribuídas no Vale do Paraíba, uma região que se tornou polo cafeeiro.

A notícia da venda está provocando reações indignadas. A Associação dos Oficiais Militares do Estado expressou “absoluto repúdio”. A Promotoria de Tutela Coletiva da Cidadania da Capital já abriu investigação para saber se o negócio é legal.

Será mais um bota abaixo que transformará em pó um prédio histórico da cidade?

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Rio antigo: o Quartel-General da PM na Evaristo da Veiga em 1912

  1. Pingback: Ação do PSOL contra negociação suspeita | Eliomar Coelho - PSOL - O vereador do Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>