Blog

Rio antigo: a Rua do Ouvidor em seu apogeu no final do século XIX

Estreita e muito movimentada, a Rua do Ouvidor ganhou seu nome (ou seria apelido?) definitivo em 1746 porque era lá que residia o ouvidor-mor da cidade, Francisco Berquó da Silva Pereira. E ele não foi o único ouvidor – como eram denominados os magistrados na época do Brasil do antigo Império – a mudar-se para o logradouro. Com registro de existência desde 1578, a rua foi inicialmente batizada de Desvio do Mar porque ligava a orla ao “interior” do Centro. Foi considerada a via mais importante da cidade até a abertura da Avenida Rio Branco. No final do século XIX, abrigava grande parte dos jornais cariocas e um rico comércio. Era ponto de encontro de intelectuais com seus cafés e livrarias. Não por acaso virou cenário de “O Livreiro da Rua Ouvidor”, conto de Machado de Assis, e foi citada em diversos livros do renomado autor. A foto é de 1863, no apogeu da Belle Époque.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Rio antigo: a Rua do Ouvidor em seu apogeu no final do século XIX

  1. welington eduardo de oliveira disse:

    O desenvolvimento do Rio para o mundo foi sempre manifestado desde a epoca imperial .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>