Blog

Rio antigo: ônibus elétrico, bonde e carroça nos anos 20

Enquanto Santa Teresa não vê sinal de bonde nos trilhos, o registro de 1918 mostra um ônibus elétrico da Light que resistiu até 1927, quando entraram em operação os coletivos da Excelsior. O “omnibus” que aparece no lado esquerdo da foto pertencia à linha Praça Mauá – Passeio Público – um trajeto bastante curto se comparado às distâncias que as viações percorrem hoje. Curiosamente, no centro da Avenida Rio Branco é possível distinguir uma guarita elevada, possivelmente um posto policial da Inspetoria de Veículos que organizava o fluxo dos diferentes meios de locomação que se misturavam na via: ônibus, automóveis, carroças e bondes.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

8 respostas a Rio antigo: ônibus elétrico, bonde e carroça nos anos 20

  1. welington eduardo de oliveira disse:

    A gasolina, óleo diesel e a eletricidade durante está época era importada ou já explorávamos poço de petróleo e possuíamos hidroelétricas sustentáveis!!!

  2. welington eduardo de oliveira disse:

    pg.16>O Globo>sábado 24.08.13>OPINIÃO>Preços artificiais distorcem mercado de combustíveis>O efeito desta política é…

  3. welington eduardo de oliveira disse:

    “SANTA TEREZA”

    Ao amanhecer
    a leve brisa
    Oxigenizam
    O nosso povir
    O tempo
    Que está
    Por vir
    Quem diria
    Escondida
    Nesse imensa
    Cidade do Rio de Janeiro
    Passando quase
    Despercebida
    Linda e Serena
    Santa Tereza é assim
    é assim, é assim..
    Santa Tereza: linda e serena!!!
    é assim, é assim, é assim…
    Linda e Serena!!!

  4. welington eduardo de oliveira disse:

    Rio de Janeiro>>RIO 2016<Mais perto>Rio investe…em mobilidade urbana>engarrafamentos custam bilhões.

  5. (O) Fran disse:

    1o., parabéns e obrigado pelo serviço!
    E por esta.

    Vejamos se entendi…
    Pagamos pelas carroças, depois pelos bondes, depois pelos tróleis, depois pelas lotações, depois pelos “ônibus” (de fato caminhões disfarçados).
    Agora pagaremos pelos bondes de novo (VLT)?
    E depois, pelos tróleis?

    []s

  6. Pingback: CPI dos Ônibus ou marmelada? | Eliomar Coelho - PSOL - O vereador do Rio

  7. welington eduardo de oliveira disse:

    Dia 15/10/13>Dia de Santa Tereza> também seja o Dia Municipal de Prevenção de Acidente em Transporte Publico na Cidade Maravilhosa do Rio de Janeiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>