Notícias

A gente não só quer comida, a gente quer arte popular no metrô e nos trens da SuperVia

Nosso mandato fez um apelo para que, enquanto o projeto de lei não seja votado na Alerj, o Metrô Rio pare imediatamente com as perseguições aos artistas populares dentro dos vagões e nas estações, além de agressões, injustificáveis. O pedido foi feito durante audiência pública realizada na Comissão de Cultura da Casa, da qual Eliomar é membro, e contou com a presença de artistas e representantes do governo do estado e das concessionárias Metrô Rio e SuperVia.

Para nós, ficou claro na audiência pública que o objetivo da secretaria de Transportes e dos diretores do Metrô Rio e da SuperVia é proibir e reprimir as manifestações culturais nos vagões.

No ano passado, eles lançaram um edital de ocupação artística das estações, que foi um completo desrespeito aos artistas, pois proibia que eles recebessem qualquer valor para se apresentarem.

Nem mesmo a energia elétrica das estações seria disponibilizada para a estrutura. Uma grande pressão nas redes sociais, e com a ameaça de intervenção do Ministério Público, a concessionária teve que voltar atrás e retirar o edital.

Durante a audiência pública, os diretores das concessionárias deram várias desculpas esfarrapadas para proibir a arte e o trabalho dos artistas populares. Agora, fazem lobby para que as apresentações sejam permitidas apenas nas estações, e não nos vagões.

As manifestações dos artistas e deputados demonstraram que é perfeitamente possível a apresentação dos artistas no interior dos vagões, respeitando os usuários, a segurança e os limites dos vagões nos horários de pico.

Também ficou claro que, ao contrário do que disseram os representantes da concessionária, não existe uma pesquisa real sobre a opinião dos usuários sobre as manifestações artísticas dentro dos vagões. Na verdade, o que constatamos é um disse me disse entre opiniões isoladas que as concessionárias dizem receber pela internet. Já os artistas destacaram o apoio, aplauso e agradecimento que recebem durante e após as apresentações.

Eliomar pediu o fim de perseguições e agressões aos artistas nos vagões e estações do metrô e da SuperVia

Foto de Octacílio Barbosa, tirada no dia 6/10/2015, durante Audiência Pública da Comissão de Cultura da Alerj

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>