Notícias

A pandemia não acabou

Após a descoberta de uma nova cepa em 11 cidades do estado e o recorde de novos casos em 24 horas, a prefeitura resolveu afrouxar as medidas restritivas, que já eram insuficientes no cenário atual.

Diante desses fatos, o que leva a prefeitura a permitir a abertura de casas de espetáculos? Será o negacionismo? A hora é de endurecer as restrições para salvar vida. Só ontem foram 2550 mortes no país, 333 delas no estado do Rio, sendo que na última segunda-feira, 94 pessoas aguardavam por uma vaga de UTI na rede pública estadual.

Ou seja, não é a hora de flexibilizar. Precisamos avançar com a vacinação, zerar a fila de espera nas UTIs e, só assim começar a adotar medidas mais brandas. A pandemia não acabou.

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Carnaval, cidadania, Cidade, Cultura, Direitos Humanos, Educação, Megaeventos, Na Mídia, Notícias, Politica, Política Nacional, Saneamento, Saúde, Transportes. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>