Rio - 11 de abril de 2012

Amanhã, dia 12/04, tem festa do Freixo!

É nesta quinta-feira, dia 12 de abril, a festa de aniversário do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), na sede do Cordão da Bola Preta, que fica na Rua da Relação, n° 3, na Lapa. É das 19h30 até 1h de sexta-feira. Para começar, roda de samba que será comandada pelos cantores Alfredo Del Penho, Pedro Paulo Malta e Makley Matos. Acompanham Tiago Prata, no violão, Abel Luiz, no cavaquinho, e Anderson Balbueno, Beto Cazes e Edgard Araújo, na percussão. Henrique Cazes dá canja e mostra novo samba que faz crônica sobre a cidade: “Como será nosso Rio pós 2016/Pois começaram tanta obra ao mesmo tempo/Que é muito pouco provável caber em algum orçamento”. Depois tem MC, Funk e DJ. Não perca! A revista Piauí dedica dez páginas ao parlamentar na edição que chegou às bancas esta semana. Na reportagem “De olho nele”, Dorrit Harazim segue os passos dos parlamentar perseguido pelas Milícias.

Propostas fundamentadas para a Educação
O vereador Eliomar Coelho (PSOL) encaminhou uma indicação à Mesa Diretora da Câmara Municipal propondo a criação de um Observatório de Conflitos Educacionais nas escolas municipais do Rio. Convênio com universidade pública – que será sacramentado após licitação – viabilizará este grupo de trabalho que organizará um banco de dados com informações sobre violência nas unidades, qualidade de ensino, educação especial e inclusão, avaliação de projetos implementados nas escolas, orientação sobre diversidade sexual, entre outros assuntos. O material servirá para fundamentar as propostas legislativas para a área da educação.

Morro da Providência pede apoio
O vereador Eliomar Coelho e o deputado estadual Marcelo Freixo visitaram o Morro da Providência, na Gamboa, Zona Portuária – onde está sendo implantado o projeto Morar Carioca. Eliomar já esteve outras vezes na favela e vem acompanhando a situação dos moradores ameaçados de remoção pela prefeitura. A Comissão de Direitos Humanos da Alerj – presidida por Freixo – foi procurada por lideranças da comunidade em busca de apoio. O Mandato Eliomar Coelho participa do Fórum Comunitário do Porto – um movimento de resistência que surgiu na esteira do impacto causado pelo projeto de revitalização da região (o chamado Porto Maravilha), e que denuncia violações dos direitos humanos.

Direito à moradia
Na próxima segunda-feira, dia 16 de abril, às 10h, o deputado estadual Marcelo Freixo participa do debate “Megaeventos e Violações dos Direitos Humanos”, no IPPUR/UFRJ (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional). O professor Orlando Júnior, do instituto, divide a mesa redonda com Freixo. A mediação é de Clara Silveira, do Movimento Nacional de Luta pela Moradia. O IPPUR fica na Avenida Pedro Calmon, n° 550, 5° andar, na Cidade Universitária, na Ilha do Fundão.

PSOL força investigação
Alvo de denúncias, o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) será, enfim, investigado. O Conselho de Ética do Senado acatou pedido do PSOL para investigar, por quebra de decoro, o parlamentar goiano que, em gravações da Operação Monte Carlo, conduzida pela Polícia Federal, aparece como o braço parlamentar do contraventor Carlinhos Cachoeira.

As redes sociais e o processo eleitoral
Bia Martins
“A Justiça eleitoral brasileira ainda não conseguiu entender o espírito da comunicação pela Internet. Na semana passada, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro notificou o prefeito de Queimados, Max Lemos (PMDB), por uso indevido das redes sociais. Segundo o TRE, Lemos não poderia divulgar em seu perfil do Facebook informações sobre sua atuação frente à administração do município porque estaria caracterizada a propaganda eleitoral antecipada. Esta foi a primeira decisão judicial sobre o assunto após a determinação do Tribunal Eleitoral , em 15 de março, de proibir a divulgação de mensagens de caráter eleitoral pelo Twitter antes de 6 de julho.” Leia o artigo na íntegra

O que fizeram com o Estádio de Remo?
Em duas palestras marcadas para o sábado, dia 14 de abril, às 9h30 – para atletas – e segunda-feira, dia 16 de abril, às 19h30 – para moradores – será revista a história do que aconteceu com o Estádio de Remo da Lagoa. O estádio tombado, que hoje abriga um shopping e salas de cinema, sofreu fase de abandono e processo irregular de privatização, motivo de ações judiciais impetradas pelo Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal. Os atletas sequer tem acesso irrestrito às instalações náuticas. A primeira palestra será na sede náutica do Botofago, na Avenida Eptácio Pessoa, n° 1561. A segunda será na Paróquia Santos Anjos, na Avenida Afrânio de Melo e Franco, 300, no Leblon. Ambas serão encerradas com debate aberto ao público.

A anistia historiográfica
Demian Melo
“No dia 29 de março deste ano cerca de trezentas pessoas reuniram-se na frente da sede do Clube Militar para protestar contra um evento de exaltação dos 48 anos do golpe de 1964 e da ditadura. O resultado pode ser visto nas cenas gravadas pelos próprios manifestantes e que estão circulando pelas redes sociais e também nos sítios dos jornais. A repressão por parte da Polícia Militar, que disparou bombas contra manifestantes e utilizou até uma arma de eletro-choque para dispersar e intimidá-los, marcou aquela tarde de quinta no Centro da cidade do Rio de Janeiro.” Leia artigo na íntegra

Intervalo cultural

O Curta no Almoço chega a sua décima edição exibindo os melhores curta-metragens dos últimos cinco anos. O público da mostra cresceu mais de 130% desde sua criação. Entre os destaques, “Multiplicidades” (foto), de Eduardo Leonel Albergaria, sobre integração social e cultural de grafiteiros. “Como atitude, o grafite tem outra bandeira, é mais que um elemento do hip hop”, opina Marcelo Yuka no documentário que será exibido na sexta-feira, dia 13/04. O festival vai até o dia 27 de abril, com três sessões diárias, a partir de 12h30, na Caixa Cultural, na Avenida Almirante Barroso, 25, no Centro.

Rio antigo
Elixir de Nogueira, o art nouveau que se destacava na Glória