Rio - 20 de março de 2013

Amplo debate

Uma audiência pública sobre o projeto de Eike Batista para a Marina da Glória movimentará a Câmara Rio no próximo dia 02/04, às 10h. O abaixo-assinado online contra a proposta, criado pelo PSOL, já reuniu até a tarde de hoje 10.893 assinaturas. A Marina da Glória faz parte do Parque do Flamengo, tombado em 1965 pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A obra, que transforma uma área pública em bem privativo, vem sendo criticada por urbanistas brasileiros e estrangeiros. Leia os artigos “Lugar de Barco”, da arquiteta Andrea Redondo, e a entrevista do arquiteto francês Pascal Cribier, um dos autores da restauração do Jardim das Tulherias, para quem “o projeto já nasce obsoleto”.

Reparações
Projeto de lei apresentado pelo vereador Eliomar Coelho proíbe que escolas municipais sejam batizadas com nomes de figuras ligadas à ditadura militar no Brasil. A proposta visa evitar homenagens feitas, por exemplo, ao presidente Médici que batizou escola no bairro de Bangu. Outras unidades também receberam nomes de militares que foram presidentes nos anos de chumbo como a Escola Municipal Costa e Silva, em Botafogo, e a Escola Municipal Castelo Branco, na Sulacap. A proposta impede que outras repartições do município recebam o mesmo tipo de tributo.

Feliciano, tá chegando a sua hora…
O ato em defesa da Comissão de Direitos Humanos para tod@s marcado para próxima segunda-feira, 25/03, às 18h, na ABI, será mais uma demonstração do clamor da sociedade civil contra a presença do pastor Marco Feliciano (PSC/SP) na Comissão de Direitos Humanos da Câmara. É uma iniciativa conjunta das Comissões de Direitos Humanos da Alerj e da OAB, da Justiça Global, da Rede Fé e Política, da Comissão de Liberdade de Imprensa e Direitos Humanos da ABI e dos deputados federais Jean Willys e Chico Alencar (PSOL/RJ), membros da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos. Participarão lideranças religiosas, parlamentares, artistas e movimentos sociais. Na Internet, cresce a adesão à campanha “Feliciano: não vamos parar!” que mobiliza as pessoas a mandarem mensagens exigindo outro presidente para a comissão.
Dia: segunda-feira, 25/03
Hora: 18h
Local: auditório da ABI na Rua Araújo Porto Alegre, 71, 9° andar

MP investiga propaganda
Provocado pelos mandatos Eliomar Coelho, Renato Cinco e Paulo Pinheiro, do PSOL, o Ministério Público abriu inquérito civil público para investigar se um caderno de matemática elaborado pela secretaria municipal de Educação faz propaganda institucional da gestão de Eduardo Paes. O MP também analisará se o jogo “Banco Imobiliário Cidade Olímpica”, comprado pelo órgão por R$ 1.050.748, faz marketing de projetos do governo. As promotoras da 1ª Promotoria de Tutela Coletiva da Educação, Erika Bastos Puppim e Cláudia Türner Duarte, pediram a lista dos responsáveis pela criação das apostilas e informações sobre o projeto político-pedagógico que fundamentou a proposta de trabalho. E querem averiguar se o Banco Imobiliário foi elaborado como material de propaganda e distribuído na rede municipal de ensino, posteriormente, como material didático, com recursos do Fundeb.

A cidade é nossa!
O movimento “O Maraca é Nosso” e o Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas convocaram e uma multidão participou do ato público “A Cidade é Nossa”, no último sábado, 16/03, que denunciou o processo de privatização de espaços públicos como Maracanã e Marina da Glória. Na manisfestação contra a lógica de cidade-negócio houve protesto contra a ameaça de demolição da pista de atletismo Célio de Barros, do Parque Aquático Julio Delamare e da Escola Municipal Friendenreich para dar lugar a um shopping com estacionamento, lojas e restaurantes. Ano passado, Eliomar Coelho apresentou projeto de decreto legislativo que determina a anulação dos efeitos de decreto da prefeitura que, irregularmente, destomba e autoriza a demolição do Complexo Esportivo. Leia o artigo “Contra o destombamento ilegal do Complexo Esportivo do Maracanã”.

SOS Colônia Juliano Moreira

A Colônia Juliano Moreira corre risco de vida. É incerto o futuro da instituição especializada em tratamentos psiquiátricos e de dependentes químicos. Parte do terreno está ameaçado de desapropriação por conta das obras da Transolímpica e da perspectiva de construção de centenas de unidades do programa “Minha Casa, Minha Vida”. A prefeitura também pretende transferir grande parte das pessoas recolhidas compulsoriamente nas ruas da cidade. Na próxima sexta-feira, 22/03, às 19h, haverá uma reunião com autoridades organizada pelo grupo Ecolônia quando serão discutidos os problemas que assolam aquela comunidade. O encontro será no Clube Atlético da Colônia, na Estrada Rodrigues Caldas 3.400, em Jacarepaguá.

RIO ANTIGO
A foto é de 1866. O autor é Georges Leuzinger. E a Lagoa Rodrigo de Freitas e seu entorno eram um local selvagem. A única intervenção urbana que havia era uma espécie de rua construída ao seu redor. Em 1887 já haviam registros de situações de insalubridade por lá. A Lagoa precisa de monitoramento e um plano de contingência, segundo o biólogo Mário Moscatelli, para evitar a queda no nível de oxigênio que resultou na morte de mais de 70 toneladas de peixes na semana passada. Viaje no tempo