Notícias

Renda Básica emergencial para trabalhadores vulneráveis

Na noite desta quinta-feira (26), a Câmara dos Deputados aprovou a Renda Básica emergencial para trabalhadores vulneráveis durante a pandemia do novo coronavírus. A proposta aprovada, de um auxílio que vai variar entre R$ 600 e R$ 1200, é derivada, entre outras propostas da oposição, de uma proposta que o PSOL apresentou na última semana e foi uma importante derrota do governo Bolsonaro, que queria inicialmente pagar apenas R$ 200 para alguns poucos trabalhadores.

Uma emenda do PSOL ao projeto aprovado e acatada pela Câmara garantiu também o benefício de forma completa (R$ 1200) para famílias monoparentais, aquelas que são chefiadas apenas por mulheres. Na proposta inicial da Câmara, estas famílias, que correspondem a 36% das famílias integrantes do Cadastro Único, receberiam apenas R$ 600, mesmo com filhos. A bancada do PSOL argumentou que dessa forma, o projeto seria absolutamente injusto, além de machista, e a situação foi corrigida.

Veja como foi o passo a passo da aprovação da proposta e não caia em fake news.

Leia mais

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em cidadania, Direitos Humanos, Habitação, Notícias, Politica, Política Nacional, Saneamento, Saúde, Transportes. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>