Rio - 13 de setembro de 2017

Base do governo na Alerj salva Pezão

Numa votação em que o povo foi proibido de entrar, a base do governo na Alerj aprovou, por 43 votos a 21, as contas de Pezão de 2016, contrariando decisão unânime do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mais uma vez apenas a oposição ocupou a tribuna para discutir matéria tão importante para a população. O TCE identificou graves irregularidades na prestação de contas de Pezão, como a falta de aplicação de recursos mínimos, determinados pela Constituição, na área da Saúde, entre outros setores importantes. Veja Eliomar no plenário

Uerj, Uenf e Uezo ficam! Pezão e Temer saem!

A gente não pode aguentar mais 1 ano destes caras governando e destruindo tudo o que nosso estado conquistou ao longo dos anos. Somos referência na área de ensino, pesquisa em ciência e tecnologia. Há 10 anos uma quadrilha se encastelou no Palácio Guabanara e hoje o resultado é esse. O impeachment é urgente! Leia mais

Homenagem a Paraty

Paraty é oficialmente a Capital Estadual da Cachaça. A lei de Eliomar – 7680, de 30/8 – foi publicada no Diário Oficial no dia seguinte, dia 31 de agosto. Além do merecimento cultural, uma vez que a palavra Paraty passou a ser sinônimo de cachaça, a proposta ajuda a alavancar a economia da cidade, fortalecendo os alambiques e favorecendo a distribuição dos produtos. A lei pode também potencializar o setor turístico. Leia mais

Bate-papo ao vivo com Eliomar 

Sua presença é muito importante!

PSOL repudia acordo de Temer e Pezão 

O PSOL-RJ repudia completamente as novas recomendações do malfadado Plano de Recuperação Fiscal. Leia mais

RIO ANTIGO

A Ladeira da Misericórdia, no centro, é considerada a primeira via pública do Rio. Aberta em 1567, dava acesso a casas no Morro do Castelo. A demolição do morro, em 1922, desfigurou o Largo do Castelo, centro comercial e de festividades do período colonial. Restou o hospital da Santa Casa de Misericórdia – em seu pátio está a Igreja de Nossa Senhora de Bonsucesso -, e um pequeno trecho da ladeira, com seu piso original, de 1617, em pé de moleque.  Viaje no tempo