Blog

Corte de salário de professor da rede estadual é atitude perversa e desumana

A atitude do governador Dornelles de cortar 17 dias de salário dos servidores da educação, além de perversa e desumana, mostra  que o governo não quer chegar a um acordo para a melhoria da educação pública.

O tratamento dado aos servidores é totalmente diferente daquele que é concedido ao mundo do capital. As grandes empresas que recebem bilhões em incentivos fiscais sem controle, continuam impunes e imunes, mesmo diante dessa crise.

Quem sofre nas mãos do PMDB e seus aliados são os trabalhadores, e é deles que nós sempre estivemos e estaremos ao lado!

Assista ao vídeo de Eliomar

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>