Blog

Derrubado veto do governo Pezão de sobras do Bilhete Único, hoje em torno de R$ 90 milhões

A Alerj aprovou a rejeição ao veto do governador Pezão sobre as sobras do Bilhete Único na sessão ordinária de ontem, dia 4 de abril. Pezão vetou o artigo que dizia que os valores das sobras dos cartões, que deve ser algo em torno de R$ 90 milhões, deveria ir para um Fundo Estadual e não ficar na mão dos empresários. Finalmente uma boa notícia, mas é bom deixar claro que a questão é bem mais complexa. Todo o sistema RioCard / Bilhete Único está nas mãos dos empresários de ônibus, o que é um absurdo.

Não há a mínima transparência e controle pelo Poder Público. E todos nós sabemos como os empresários de ônibus atuam, na maior promiscuidade com o Poder Público e o Poder Legislativo.

No início de 2015, Eliomar apresentou um trabalho muito bem fundamentado, em cima de estudos realizados, onde defendia que a questão do Bilhete Único deva ser, única e exclusivamente, administrada pelo Estado.

“Assim como na minha época de vereador, quando nenhum projeto sobre transportes conseguia sequer chegar à votação no Plenário, aqui na Alerj o projeto continua parado na Comissão de Constituição e Justiça”, afirmou Eliomar.

Assista a Eliomar na Tribuna da Alerj

 

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>