Rio - 30 de abril de 2013

Desafios do PSOL


“Agora se exige do PSOL algo mais”, vaticinou Chico Alencar no debate que reuniu, quinta-feira (25/04), a militância em torno da tese “Para o PSOL continuar necessário”. Na mesa-redonda, para discutir os desafios e o futuro do partido, os vereadores Eliomar Coelho e Henrique Vieira, o deputado estadual Marcelo Freixo e deputado federal Chico Alencar, que apresentará o documento no IV Congresso do PSOL. “O PSOL trouxe a militância de volta à política. É um partido com qualidade e potencial para crescer e trabalhar a produção de políticas coletivamente”, afirmou Eliomar Coelho. Na foto de Cícero Rodrigues, Chico, o mediador Joaquim Ribeiro, Freixo e Eliomar.

Dia de luta
Amanhã, no dia 1º de maio de 2013, a manifestação dos trabalhadores será contra a privatização da cidade. A concentração será às 10h, na Praça Afonso Pena, com caminhada até o Maracanã. Movimentos sociais, sindicatos, associações e diretórios estudantis organizam o ato. É mais um protesto contra uma ação emblemática do poder público – a concessão bilionária do Maracanã – que expõe como governo e prefeitura vêm atuando em prol de interesses privados. Veja o infográfico que mostra o negócio por trás da concessão do estádio. Leia o artigo “Primeiro de Maio: o mais nosso dos dias”.
Dia: quarta, 01/05
Hora: 10h
Concentração e percurso: Praça Afonso Pena, Tijuca, em direção ao Maracanã

Vamos tombar
Eliomar Coelho é co-autor do projeto que propunha o tombamento do Quartel General da PM que fica na Rua Evaristo da Veiga. Lamentavelmente, a proposta não foi aprovada pela Câmara dos Vereadores. Um abaixo-assinado circula na Internet insistindo no tombamento da construção histórica em estilo neoclássico que abriga a capela Nossa Senhora das Dores. Ao invés de vender o terreno, como pretende o governo do estado, o lugar pode se transformar em centro cultural. Mas, para isso, a demolição precisa ser impedida.

Contra mais um reajuste

Cresce a mobilização para o ato pacífico contra o aumento das passagens anunciado, pelo prefeito, para junho. A manifestação será no dia 20/05, às 16h30, em frente a sede da prefeitura. Os movimentos sociais contra a carestia dos transportes têm se multiplicado por todo o país. No Rio, manifestações puxadas pelo movimento estudantil foram fundamentais para evitar aumento obscuro que elevaria a tarifa modal para R$ 3,05. Nosso mandato está de olho nas armadilhas impostas pelo contrato feito entre a prefeitura e as empresas organizadas pela RioÔnibus, desde 2010 – a base para toda a reestruturação do sistema responsável por tantos transtornos à população. Linhas simplesmente desapareceram. Outras foram criadas mas sem qualquer informação de qualidade para os usuários. É preciso lutar pelo controle público e transparente dos recursos públicos e privados que entram no sistema RioCard todos os meses.

Gramado estéril
“Uma restinga com manguezal e um gramado estéril são a mesma coisa?”, argumentou Eliomar Coelho na entrevista concedida ao jornal O Globo em que criticou a autorização para construção do campo de golfe em Zona de Preservação da Vida Silvestre, dentro da APA (Área de Proteção Ambiental) de Marapendi. Leia a matéria, publicada hoje (30/04) no jornal O Globo: “Sai licença ambiental de campo de golfe olímpico”.

Marina da Glória
Foi adiada, para o dia 14/05, às 10h, a audiência pública sobre os impactos do projeto da EBX para a Marina da Glória na Assembléia Legislativa. Foram convidados, para a audiência, o Ministério Público Federal, o Ministério Público Estadual, o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o Inea (Instituto Estadual do Ambiente), a secretaria municipal de Urbanismo, a secretaria municipal de Conservação, a FAM Rio (Federação das Associações de Moradores do Município do Rio de Janeiro), a Assuma (Associação de Usuários da Marina da Glória), o professor do departamento de História da Arquitetura da UFRJ, Pedro Augusto Lessa, e representante da empresa EBX – responsável pelo projeto.
Dia: terça-feira, 14/05
Hora: 10h
Local: Palácio Tiradentes, sala 311, Alerj

Abaixo a ditadura
O Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação) divulgou manifesto contra a proibição imposta pelo governo do estado à paralisação dos professores da rede estadual. Liminar da Justiça cassou o direito da categoria e chegou a estabelecer multa à entidade caso fosse desrespeitada a decisão judicial. Haverá uma ato contra a medida autoritária de Cabral no próximo dia 03/03, às 18h, na ABI.

Domingo é dia de cinema

“Uma história de amor e fúria” é o título do próximo “Domingo é dia de cinema” que acontece no dia 05/05, às 9h, no Odeon, no Centro. Após o filme, haverá debate com o professor de História, Luiz Antônio Simas, o representante do Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas, Renato Consentino, o índio Urutau, da Aldeia Maracanã, e um representante da Vila Autódromo.
Dia: domingo, 05/05
Hora: 9h
Local: Odeon, na Praça Mahatma Gandhi

RIO ANTIGO
Vale comparar a foto da Praça Floriano em 1904, publicada no dia 20/04, com esta dos anos 20. A paisagem na região havia mudado bastante. É bonito, o recorte do boulevard que seguia do Teatro Municipal até a fronteira da praça. Mas o que chama atenção, curiosamente, são as árvores que dividiam e enfeitavam a Av. Rio Branco. Difícil imaginar o tráfego de hoje naquela via arborizada. Viaje no tempo