Notícias

Desgovernos de Cabral, Pezão e Dornelles não cobram grandes devedores do Estado do Rio

É um absurdo! Sai um, entra outro e continua a mesma coisa! Nada muda! Os desgovernos de Cabral, Pezão e Dornelles simplesmente não cobram das grandes empresas o que devem de impostos. Mais de R$ 18 BILHÕES, vou repetir, R$ 18 BILHÕES, é a soma dos 20 maiores devedores do governo. Aliás, a cobrança fica só no discurso!

A força-tarefa, anunciada para fechar o cerco a grandes devedores e recuperar receitas, se reuniu apenas UMA VEZ, desde a sua formação há sete meses. Enquanto isso, o estado precariza a Educação e a Saúde e pune de forma brutal e perversa a vida dos servidores ativos, inativos e pensionistas, que sofrem com os atrasos constantes no pagamento de seus salários e são obrigados a recorrer a empréstimos para quitar suas contas com multas e juros extorsivos.

Estamos denunciando e cobrando respostas ao governo do estado sobre essas ações que, pelo visto, não saem do papel. Em junho, nosso mandato fez um requerimento de informações cobrando a relação dos 500 maiores devedores de ICMS do estado, com nome e o valor total do débito por devedor. No mesmo documento, cobramos a relação de contribuintes que usufruem benefícios fiscais, além do detalhamento das parcelas das dívidas ativa e em litígio dos últimos dois anos. Apesar das cobranças do mandato, mais uma vez, o requerimento sequer foi publicado no Diário Oficial.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>