Notícias

Dia Nacional do Choro

Pixinga, Jacob, Callado, Chiquinha, Nazareth, Waldir, Anacleto, Dino, Lina Pesce, Garoto, Tia Amélia e Raphael Rabello.

O que eles têm em comum?

Foram alguns dos grandes nomes do choro, gênero musical tipicamente carioca, que sobrevive há mais de 150 anos sendo tocado, pesquisado e ensinado em todo o Brasil e também mundo a fora

Hoje, 23/4, é comemorado o Dia Nacional do Choro em homenagem ao nascimento desse gênio da raça brasileira, Pixinguinha.

Todo ano as rodas de choro se multiplicam em todo o mundo para comemorar o dia do choro. Com a situação atual, claro, a rua será substituída pelas redes. A programação está da maior qualidade. É só abrir aquela cerveja gelada pra curtir o mais carioca dos gêneros musicais.

A @casadochoro que, literalmente, toca a @escolaportatil, projeto de ensino mais importante do choro, começa cedo os trabalhos. A partir das 10h, @luciana.rabello começa a apresentar uma série de atrações.

Outra boa é a roda da Livraria Folha Seca, do meu amigo Rodrigo Ferrari. Todo ano essa roda acontece em frente à livraria. Hoje, será no @folhaseca37, comandada pelo meu querido @tiagoprata .

A @casanaturamusical traz a partir das 15h uma série de apresentações e debates. O primeiro será com @hamiltondeholanda falando sobre os arranjadores negros do choro.

Pra finalizar o dia com mais homenagem a Pixinguinha, tem a turma boa do Bip-Bip a partir das 21h no @rodadobip .

Fique em casa e curta o Dia Nacional do Choro!

Foto histórica de Walter Firmo na casa de Pixinguinha.

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Carnaval, Cultura, Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>