Notícias

Dia Nacional do Samba

2 de dezembro, Dia Nacional do Samba. Em situações normais seria um dia e uma semana de muitos eventos, rodas de samba, seminários, shows e o popular Trem do Samba, que tive o prazer de participar em quase todas as suas edições e fui o autor do projeto que resultou na Lei 2.886/99 que inclui no calendário oficial do município o evento musical denominado Pagode do Trem.

Mas em função da pandemia as atividades serão em sua maioria virtuais, assim como o Trem do Samba que fará uma live. Então, hoje a nossa celebração também será por aqui e neste ano queremos homenagear as muitas mulheres do mundo do samba, desde a considerada pioneira, a baiana e agitadora cultural Tia Ciata da Praça Onze do início do século XX até as muitas compositoras, cantoras, produtoras de eventos diversos relativos ao gênero musical, pesquisadoras, artesãs, costureiras e outras trabalhadoras de barracões de blocos e escolas de samba, passistas, baianas, porta-bandeiras, presidentas e diretoras das agremiações, chefes de alas, ritmistas, juradas, cozinheiras, componentes das velhas guardas, carnavalescas e tantas outras personagens sem as quais o samba não seria o que é hoje.

E também queremos fazer uma menção especial a Carmen Costa, que no ano do seu centenário seria homenageada com a Medalha Tiradentes post-mortem. Chegamos a protocolar o projeto, mas em função da pandemia, e do foco total da Alerj nas medidas relativas ao enfrentamento da Covid-19 ainda não foi possível fazer.

Hoje é dia de Ciata, das Carmens – Costa e Miranda, das Aracys – de Almeida e Cortes, de Clara, de Elizeth, das irmãs Dircinha e Linda Batista, de Clementina, de Dona Ivone Lara, de Beth Carvalho, de Elis Regina, de Miúcha, de Jovelina Pérola Negra, de Tia Doca, de Dona Eunice, de Dona Neném, Zilda do Zé, Odete Amaral, Tia Zélia, de Dona Edith do Prato – aqui aproveitando para reverenciar o samba de roda do Recôncavo Baiano e de tantas formas com as quais o gênero se espalha pelo país! Essas e muitas outra são estrelas que ainda brilham e inspiram essa turma nova de cantoras e compositoras que estão aí hoje em defesa do samba.

Viva o Samba! Viva as mulheres do mundo do samba!

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Carnaval, Cidade, Cultura, Notícias, Politica, Política Nacional, Saneamento, Saúde. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>