Notícias

Para que um Banco Imobiliário com propaganda da prefeitura?

Os mandatos Eliomar Coelho e Paulo Pinheiro querem esclarecimentos sobre a compra, pela secretaria municipal de Educação, de uma versão do jogo Banco Imobiliário com tabuleiro que inclui obras da gestão Eduardo Paes. Eles encaminharam Requerimento de Informações à secretaria municipal de Educação para levantar o custo e o objetivo da compra.

Os parlamentares perguntam também a que orgãos da prefeitura a decisão foi submetida e pedem para justificar o número de exemplares encomendados – 20 mil – em face do número de escolas existentes.

O slogan na caixa diz : “O Rio se reinventa. Os investimentos se multiplicam. Faça os lances certos e seja um vencedor nos negócios.” Os jogadores podem adquirir Clínicas de Família, BRTs, o Centro de Operações Rio e a Transcarioca, entre outras obras ou realizações da prefeitura.

“Queremos saber, ao certo, quanto foi gasto. Ainda não há nenhum registro no Orçamento. Enquanto os alunos continuam passando um calor insuportável em sala de aula, descumprindo a nossa lei que obriga temperatura adequada, o dinheiro está indo pelo ralo com jogos que ensinam a ter mais lucro em cima da coisa pública”, afirma Eliomar.

O Ministério Público já está investigando a compra feita pela secretaria. Para analisar a legalidade da medida, o Sepe (Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação) enviará uma consulta ao Tribunal Regional Eleitoral para saber se a iniciativa não constitui abuso de poder e propaganda irregular.

Leia reportagem do jornal O Dia: “Professores reprovam Banco Imobiliário”

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>