Notícias

A agenda do mandato Eliomar Coelho na Cúpula dos Povos

Com o objetivo de ocupar os espaços do Rio de Janeiro para debater e denunciar o modelo de mercantilização da vida a que estamos submetidos, e também para propor soluções justas tendo por base o cotidiano e os espaços vividos pelas próprias pessoas, a Cúpula dos Povos foi estruturada de forma a acolher atividades que serão realizadas não somente em seu território sede (Aterro do Flamengo), mas também em territórios dispersos pela cidade.

Neste sentido, diversas favelas serão protagonistas de atividades da Cúpula, entre elas a Providência, que trará ao evento a Ciranda da Resistência, um dia de atividades que contará com apresentações culturais, exposição de vídeos, fotografias e documentos, rodas de conversa e caminhadas.

A voz da Providência deve ser também ouvida! As soluções para os problemas da favela não podem surgir de fórmulas mágicas e inovações tecnológicas propostas pelo governo e que estão distantes da realidade da maior parte do povo. A favela é um espaço que pode também propor soluções e alternativas, e que devem ser mostradas ao mundo!

A Cúpula dos Povos é uma oportunidade para que possamos denunciar toda a violência gerada por este modelo de desenvolvimento, e para que possamos expressar qual é o desenvolvimento que queremos. Sendo assim, sua participação no evento é essencial!!!

A atividade está sendo pensada em conjunto pelo Fórum Comunitário do Porto e moradores das comunidades Arroio Pavuna e Vila Autódromo.

Segue abaixo a programação:

SEXTA-FEIRA, 15/06

• 15h: Mutirão para a confecção de faixas para a Ciranda da Resistência. Local: Galpão da Pimpolhos da Grande Rio (Rua Rodrigues Alves, 733, fundos – em frente ao Armazém 12 – esquina com a Rua Santo Cristo, entrada pela Rua da Gamboa).

SÁBADO, 16/06

• 13h: Caminhada que sairá da Praça Américo Brum (Ladeira do Barroso, s/n – Providência) e da sede do Afoxé Filhos de Gandhi (Rua Camerino, 07/09 – Saúde) e convergirá para o Instituto Central do Povo (ICP). Durante a caminhada, convocaremos os moradores da região a participarem da atividade com megafones, cartazes e panfletos;

• 14h: ICP. Roda de conversa sobre “O direito à cultura e a memória social da região portuária na fala dos moradores”. Participantes: Afoxé Filhos de Gandhi (Carlos Machado), Associação da Comunidade Remanescente do Quilombo Pedra do Sal (Damião Braga), Instituto Pretos Novos (Mercedes Guimarães) e Escola de Samba Mirim Pimpolhos da Grande Rio (Camila Soares)

• 15h30: ICP. Programação cultural: apresentação do Afoxé Filhos de Gandhi.

• 16h30: ICP. Roda de conversa sobre “Não às remoções! O direito à moradia digna e à permanência no lugar”. Participantes: Fórum Justiça, representante da Comunidade Vila Autódromo, representante da Comunidade Arroio Pavuna, representante da Comissão de Moradores da Providência, representante do Movimento Favela Não se Cala, representante do Fórum Comunitário do Porto. Será distribuída aos presentes uma cartilha de direitos.

• 18h: ICP. Programação cultural: roda de capoeira

• O dia todo: Exposições permanentes de fotografias, vídeos, documentos produzidos sobre violações de direitos e reivindicações das comunidades e movimentos participantes da ciranda, produção de murais para livre manifestação da opinião e da solidariedade dos participantes.

O ICP fica Rua Rivadávia Correa, 188 (saída do túnel da Central do Brasil à esquerda).

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>