Blog

Enquete

Esta entrada foi publicada em Blog, Enquete e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Enquete

  1. maria luiza franco busse disse:

    Nem na Itália esse instituto é visto como espaço de interesse pelos designs sérios. Perguntei a amigos milaneses e do ramo sobre essa instituição e todos disseram que é mais um negócio de estrangeiro no Brasil.

  2. miriam langenbach disse:

    Eu acho muita cara de pau o IED querer se instalar aqui, de modo totalmente irregular, passando por cima da comunidade local, desrespeitando a legislação, montado em cima de uma negociata com cesar maia. Vem com a arrogância dos colonizadores, muito crente de si mesmo. queria ver o Brasil fazendo isto na Itália, qual seria o desfecho. Não acredito que tivesse sucesso. Vamos barrar esta iniciativa!

    • eliomar coelho disse:

      Cara Miriam,

      Concordo com suas palavras. Por isso dou meu total apoio ao movimento da AMOUR, aos moradores da Urca, e espero que prevaleça a vontade da comunidade.

      Obrigado pela participação!

      Abs,

      Eliomar

  3. Marilene Nacaratti disse:

    Tem que se pensar tb na impropriedade do uso proposto para o imóvel no bairro. A Urca fica numa ZR-2, zoneamento definido para o bairro em função das características a serem preservadas – uma das principais paisagens do Rio. Em ZR-2 não é permitida a instalação de instituições de ensino superior. É preciso lembra da existência da legislação urbana. Da mesma forma são impróprios no bairro os demais usos embutidos na concessão apresentadas como “correlatas e pertinentes ao pleno desenvolvimento da aludida escola” – shows, concertos e peças teatrais num bairro estrangulado no qual nem os moradores têm espaço para estacionamento. Acho que o IED tem a chance de ficar bem em vários outros bairros do Rio.

    • eliomar coelho disse:

      Cara Marilene,

      Com toda a certeza há que se respeitar a legislação. Esperamos que a legalidade prevaleça neste embate entre a comunidade e interesses comerciais de estrangeiros.

      Obrigado pela participação!

      Abs,

      Eliomar

  4. Eriksom Teixeira Lima disse:

    Não discuto a qualidade do IED, pois esse tema exige seriedade e conhecimento, não meras dicas de amigos. Minha mulher que é espanhola e formada em Artes Plásticas, assim como amigos dela de Belas Artes têm opinião favorável ao instituto.

    Com relação ao zoneamento impedir a instalação de escolas, vale lembrar que na MESMA URCA existem campus da UFRJ, da Uni-Rio e dos cursos avançados de comando das escolas das Forças Armadas, inclusive da própria ESG?Escola Superior de Guerra. Desta forma, fica a pergunta será que o zoneamento do Rio é uma proposta séria ou serve apenas para interesses localizados?

    Com relação a Associaçao de Moradores ser de fato representativa valeria a pena ao Elimar andar pela Urca, pois perceberia que mais de 90% do casas não tem bandeiras na porta, uns 3% tem bandeiras contra e uns 7% tem bandeira a favor do IED. Ou seja, os que se manifestam a favor são no mínimo mais do que o dobro dos contrários.

    Finalmente, creio que o Eliomar deveria ao invés de dar abrigo a uma minoria elitista de moradores organizados da Urca abrir uma discussão séria sobre a revitalização de nossa cidade. Eu fico imaginando os parisienses da rica avenida Foch protestando contra os vários museus lá existentes, ou do 1eme quartier querendo que se fechasse a Notre Dame ao turismo para preservar a tranquilidade do bairro.

    Caro Eliomar, que tal debatermos alternativas de transporte urbano e suburbano para nossa cidade que melhorassem a mobilidade, alternativas de recuperação da vida cultural e econômica, e dentro desse debate discutissemos a instalação de um IED ou várias instituições equivalentes no Rio?

    Estou à disposição, como sempre, meu caro

    Eriksom

    • eliomar coelho disse:

      Caro Eriksom,

      Caro Ericksom,

      Agradeço a sua participação. A contribuição dos eleitores é uma preocupação presente em minha atuação parlamentar, para a construção de um mandato participativo e popular. Com a experiência de mais de 20 anos legislando e participando do debate sobre o desenvolvimento urbano em nossa Cidade, verifico a necessidade de proteger todos os prédios ou monumentos com reconhecido valor Histórico ou Cultural. Com essas ações, meu mandato tenta proteger nosso patrimônio de interesses outros, mais ligados à mercantilização do espaço público e a um pseudo “progressismo” destruidor de nossa História, de nossa Cultura e descaracterizador daquilo que nossa Cidade tem de melhor.

      O Projeto de Lei 1.347/2007 visa, tão somente, o tombamento do antigo imóvel que abrigava o Cassino da Urca, além da famosa amurada, da ponte na avenida Portugal e do quadrado da Urca, situado logo na entrada do bairro. Logo, o projeto cristaliza nossa preocupação com os destinos do patrimônio histórico, artístico, cultural, paisagístico, arquitetônico e ambiental da nossa Cidade. A proposta prevê instrumentos que vinculam o uso do imóvel à função histórica e cultural que motivou o tombamento do bem e garante que qualquer atividade a ser implementada ali leve em conta os impactos possíveis sobre o seu entorno. Trata-se de um instrumento já reconhecido e aplicado em Cidades de vários países, mas que, infelizmente, ainda não goza de plena validade na nossa legislação. Na qualidade de Vereador da Cidade do Rio de Janeiro, percebi a necessidade de uma proposição legislativa que comporte o desenvolvimento combinado com a qualidade de vida para a população carioca, sem apegos a falsas teorias “desenvolvimentistas” a qualquer custo, que atropelem questões ambientais, culturais, paisagísticas e arquitetônicas. Portanto, não discutimos particularmente a qualidade do IED, mas tão somente a inconveniência e a ilegalidade de sua instalação nos termos apresentados até agora.
      Vale lembrar, que os referidos empreendimentos citados na sua mensagem são muito bem servidos por infra-estrutura, vias de acesso e espaços específicos para estacionamento, por exemplo, em comparação ao prédio do antigo Cassino da Urca. Fato que vem sendo relegado em relação ao IED, na gestão passada da Prefeitura Municipal. Cabe ressaltar que a Associação de Moradores da Urca (AMOUR), legítima representante dos moradores, já coletou 2.500 assinaturas reais e 300 virtuais para um abaixo assinado contra a instalação do IED no bairro.

      Caloroso abraço,

      Eliomar

  5. Marilene Nacaratti disse:

    Primeiramente, o zoneamento da região onde se instalam as universidades e instalações militares é outro. Toda legislação urbana está disponível no site da PREFEITURA para q qq cidadão possa examiná-la.
    Depois acho q a idéia de museu e de áreas abertas para visitação pública como as de Paris citadas, não são exatamente a proposta do IED, uma instituição particular. Será q em Milão ou em qq outra região da Itália, aceitariam uma interferência urbana negociada dessa forma? O patrimônio conservado por eles certamente se mantém pela forte legislação de proteção, compreendida pela população. Isso se percebe até na hora da visitação. É fruto de todo um trabalho orientado para esse fim. Estamos tentando manter a nossa conquistada a duras penas. Nada cai do céu.

  6. Marilene Nacaratti disse:

    Primeiramente, o zoneamento da região onde se instalam as universidades e instalações militares é outro. Toda legislação urbana está disponível no site da PREFEITURA para q qq cidadão possa examiná-la.
    Depois acho q a idéia de museu e de áreas abertas para visitação pública como as de Paris citadas, não são exatamente a proposta do IED, uma instituição particular. Será q em Milão ou em qq outra região da Itália, aceitariam uma interferência urbana negociada dessa forma? O patrimônio conservado por eles certamente se mantém pela forte legislação de proteção, compreendida pela população. Isso se percebe até na hora da visitação. É fruto de todo um trabalho orientado para esse fim. Estamos tentando manter a nossa conquistada a duras penas. Nada cai do céu.
    Marilene

    • eliomar coelho disse:

      Cara Marilene,

      Hoje será votado projeto de lei de minha autoria que preserva o Cassino e o bairro da Urca, assunto de nota que postei hoje no blog. Vamos fazer pressão e garantir a aprovação do projeto.

      Abs,

      Eliomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>