Notícias

Constrangedor, imoral e ilegal

A fala do ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, durante a fatídica reunião do dia 22 de abril, é constrangedora, imoral e ilegal. Propor, de forma fria e calculista, aproveitar a “oportunidade” que a pandemia “oferece” para passar a “boiada” com medidas regulatórias de destruição do meio ambiente e que interessam ao governo Bolsonaro, causa repulsa. Dá nojo!

O combativo professor da UENF, o geógrafo Marcos Pedlowski, diz que Salles “criará mais embaraço” para o País nas relações econômicas e políticas ao deixar “explicito o processo de desmanche que ele comanda à frente” da pasta. Segundo ele, as declarações de Salles são de quem “se aproveita de uma pandemia mortal para destruir a governança ambiental duramente construída no Brasil”.

Entidades e organizações que atuam no Brasil e no exterior em defesa do meio ambiente, como o Greenpeace, também emitiram nota de repúdio contra as intenções de Salles e seu projeto antiambiental. Seguimos juntos na luta pela preservação do nosso meio ambiente!

Leia mais

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Meio Ambiente, Notícias, Politica, Política Nacional, Saúde. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>