Notícias

Justiça decide na segunda (4/12) sobre CPI dos Ônibus na Alerj

A Justiça decide nesta segunda-feira (4/12) se foi legal ou não a retirada da assinatura de seis deputados estaduais no requerimento que viabilizaria a instalação da CPI dos ônibus na Alerj. Sem elas, a CPI ficou sem o número mínimo de assinaturas exigidas para funcionar.

Os mesmos deputados que retiraram suas assinaturas da CPI dos Ônibus em agosto votaram agora para favorecer Picciani, Paulo Melo e Albertassi, envolvidos com a propinagem da Fetranspor.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>