Notícias

Luta para barrar políticas brutais de ajuste fiscal

Na semana passada, a Alerj entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a lei do Regime de Recuperação Fiscal e o decreto de regulamentação da norma. Ficamos satisfeitos em saber que a Defensoria Pública também se somou a esse movimento.

Já conseguimos excluir do texto do projeto de Lei Diretrizes Orçamentárias (LDO) a imposição de uma limitação dos gastos e investimentos públicos para 2022. A proposta deverá ser votada na próxima terça-feira.

Nossa luta é para barrar as políticas brutais de ajuste fiscal, que só atingem o lado mais fraco da sociedade com a diminuição de investimentos e a redução dos serviços públicos. Nem teto de gastos federais, nem teto de investimentos estaduais! A luta continua.

Leia mais

Esta postagem está também no  Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em cidadania, Cidade, Cultura, Direitos Humanos, Educação, Habitação, Meio Ambiente, Notícias, Orçamento, Politica, Política Nacional, Saneamento, Saúde, Servidores, Tributação, Urbanismo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>