Notícias

Manifesto pede renúncia imediata do presidente

Nesta segunda-feira (30), líderes do PSOL e diversos partidos de oposição, como PT, PCdoB, PDT e PSB, se reuniram em Brasília e apresentaram um manifesto que denuncia os crimes cometidos por Jair Bolsonaro durante sua condução irresponsável da crise da pandemia do novo coronavírus e pede a renúncia imediata do presidente.

“Jair Bolsonaro é o maior obstáculo à tomada de decisões urgentes para reduzir a evolução do contágio, salvar vidas e garantir a renda das famílias, o emprego e as empresas”, afirma trecho do manifesto, que é assinado por figuras como Guilherme Boulos e Sônia Guajajara, que representaram o PSOL nas eleições de 2018, além de Juliano Medeiros, presidente nacional do partido. Lideranças de outros partidos de oposição, incluindo governadores e ex-presidenciáveis, também assinam o pedido de renúncia imediata do presidente.

O manifesto também lista uma série de medidas emergenciais a serem tomadas para que o Brasil lide com a crise econômica, sanitária e social decorrente da pandemia do novo coronavírus. Proibição de demissões, taxação de grandes fortunas, suspensão da cobrança de serviços essenciais como água, luz e gás, aplicação imediata da Renda Mínima emergencial, entre outras propostas constam no texto apresentado pela oposição ao governo Bolsonaro.

Confira o documento na íntegra no site do PSOL, por meio deste link.

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Notícias, Politica, Política Nacional. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>