Notícias

Mapa Crítico aponta transferência de recursos públicos

O Parque Olímpico é mais um exemplo de transferência de recursos públicos para projetos capitaneados pela iniciativa privada e está no Mapa Crítico da Cidade do Rio de Janeiro organizado pelo Mandato Eliomar Coelho. O mapa virtual está dividido em três categorias: “Remoções forçadas”, “Mobilidade Urbana” e “Privatização da Cidade”.

“O investimento privado no Parque Olímpico será da ordem de R$ 1,3 bilhão”, pontua o Mapa Crítico. “Em contrapartida a prefeitura cede terreno de 1.180.000 m2, que corresponde a 75% do Parque Olímpico, para a construção de condomínios e hotéis depois da realização dos jogos, em área que será tremendamente valorizada.”

“Além disso, o consórcio receberá R$ 265 milhões, em contraprestações mensais, e mais R$ 250 milhões pela conclusão de etapas. E ainda outros R$ 182,7 milhões do governo federal, com recursos do PAC, para a construção de arenas”, informa a ferramenta.

Novas informações foram incluídas no Mapa Crítico. “Mobilidade Urbana” ganhou os itens Teleférico do Alemão, Teleférico da Rocinha e Teleférico da Providência. E a categoria “Remoções Forçadas” inclui mais comunidades que sofrem processo de remoção: Vila Taboinha, Vila União de Curicica, Colônia Juliano Moreira, Indiana e Manguinhos . Além de informações, o mapa traz também vídeos que mostram a forma truculenta como estão sendo removidas estas populações.

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>