Notícias

Mauro Duarte, 90 anos

Eliomar relembra: “Foi no início de 1998. Alfredinho, do Bip-Bip, me ligou e disse: ‘Eliomar, o Walter Alfaiate falou que tem um terreno abandonado do metrô em Botafogo e sugeriu que você visse na Câmara para colocar o nome de Mauro Duarte’. Encurtando a história, foram quatro anos e alguns meses entre a ligação do saudoso Alfredinho e a inauguração da praça. Muita luta, muitas reuniões com órgãos, metrô, prefeitura. Muitas articulações com a Família Duarte, a vizinhança, via Associação de Moradores de Botafogo – AMAB, e com a área cultural.

Naqueles anos, aprendemos na prática as vinculações entre cultura, cidadania e cidade. Fizemos mensalmente, durante todo o período, rodas de samba e culturais no terreno e, depois, já na praça. Muitos dos parceiros de Mauro Duarte por lá passaram, assim como da nova geração do samba. Não citarei nenhum para não ser injusto. Foram muitos, mesmo! Aquelas rodas fizeram história e renderam histórias, inclusive consolidando nomes de jovens que começavam a despontar.

Hoje, Mauro Duarte faria 90 anos. Faria, não; faz! A sua obra está aí viva, mais do que nunca. Estão programadas lives sobre ele e vários artistas e amigos estão postando suas canções e histórias. A nossa é essa. De como ele nos inspirou em fins dos anos 1990 e início dos anos 2000 a entender que, em qualquer contexto (pensemos sobre o atual de pandemia e desgovernos federal, estadual e municipal), enquanto houver samba, a alegria continua!”

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Cultura, Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>