Rio - 9 de novembro de 2011

Mobilização em defesa de Marcelo Freixo


O vereador Eliomar Coelho participou, no domingo, do ato público em defesa da integridade física do deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL) e contra as milícias, realizado em Copacabana. Freixo foi obrigado a deixar o país temporariamente depois de ter recebido sete ameaças de morte. Ele foi presidente da CPI das Milícias que indiciou mais de 225 envolvidos e segue combatendo fortemente este poder paralelo na cidade. Os manifestantes cobraram medidas concretas das autoridades para desarticular essa máfia. Em entrevista ao jornalista Ricardo Boechat, o representante da Anistia Internacional, Tim Cahill, falou sobre a situação do parlamentar. A entidade recebeu várias denúncias de ONGs sobre o risco iminente de atentados. Amanhã, às 19h, haverá um ato suprapartidário em apoio a Marcelo Freixo na Assembléia Legislativa de São Paulo.
Leia artigo “Quem perde, quem ganha” publicado no jornal Folha de São Paulo

Casas do PAC Alemão revelam falhas na construção
A notícia, infelizmente, não surpreende. Mas nos indigna. Vistoria do Crea no PAC do Alemão constatou o que já vem ocorrendo em outros estados: as novas casas do programa vem com defeito de fabricação. Engenheiro do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, Antônio Eulálio encontrou falhas como rachaduras e paredes trincadas nos condomínios Nova Geração e Poesi. Economia na execução da obra pode explicar o problema, informa matéria publicada no jornal O Dia. Nosso mandato tem alertado para a forma como vêm sendo executadas muitas das obras do Poder Público. Um exemplo recente foi a Ciclovia da Zona Oeste, que custou R$ 20 milhões, e também já apresenta uma série de problemas.
Leia na íntegra o artigo do vereador Eliomar Coelho

Chico Alencar: melhor parlamentar em 2011
Mais uma vez, os internautas escolheram Chico Alencar o melhor deputado na votação do Prêmio Congresso em Foco. Ele recebeu 7.201 votos. Chico já havia sido eleito o melhor parlamentar no Congresso Nacional por 267 jornalistas. É a segunda vez consecutiva que acontece essa sintonia. Aliás, nas últimas três edições do prêmio, Chico foi o número 1 para os jornalistas que cobrem o Congresso. O PSOL mostrou sua força política. Jean Wyllys (PSOL/RJ) ficou em 2° lugar e Ivan Valente (PSOL/SP) foi eleito o 4° melhor parlamentar. Randolfe Rodrigues (PSOL/AP) entrou na lista dos melhores senadores em 6° lugar.

Preconceito no Brasil
“Qualquer indicador que nós mobilizarmos no Brasil vai mostrar que existe um abismo entre brancos e negros”, dispara Marcelo Paixão, professor de Economia da UFRJ que, recentemente, trabalhou na edição do Relatório Anual de Desigualdade Racial. No Ano Internacional do Afrodescendente e perto da passagem de mais um 20 de novembro – Dia da Consciência Negra – o professor concedeu entrevista ao site do vereador Eliomar Coelho sobre desigualdade racial e preconceito.

A desigualdade brasileira
Paulo Passarinho
“O Brasil é – e continua sendo – um dos países mais desiguais do mundo. Uma vexaminosa vergonha, caso os ricos do nosso país tivessem um mínimo de respeito pelo nosso povo, pela verdade e por um mínimo senso de justiça. Ao contrário, não somente os ricos, seus politicos e seus acadêmicos não possuem esses predicados como fazem escola agora, junto a segmentos da vida nacional que outrora se colocavam contra o espírito predador e egoísta das classes dominantes nativas.”
Leia o artigo na íntegra

Foco nos megaeventos
“A mídia e os megaeventos esportivos: oportunidades e desinformação” é o tema do debate que será realizado amanhã, a partir das 19h, dentro da 1ª Jornada de Comunicação do Curso de Comunicação Social do Centro Universitário de Barra Mansa. Eliomar Coelho será um dos debatedores.

A morte da cultura
O Rio carece de políticas públicas para a área da cultura? Para que serve a Cidade de Música – obra pública com custo acima dos R$ 500 milhões que permanece inacabada? Estas e outras questões serão discutidas no debate “A morte da Cultura”, que será realizado amanhã, às 18h30, no auditório do Conselho Regional de Economia. Os debatedores são o procurador da República, Maurício Andreiuolo, o economista Felipe Ribeiro, da Funarte, e Claudete Félix, curinga do Centro do Teatro do Oprimido. O Corecon fica na Avenida Rio Branco, 109, 9° andar, no Centro.

Paisagem brasileira no século XIX

Termina no próximo domingo (13/11) a exposição “Panoramas: a paisagem brasileira no acervo do Instituto Moreira Salles”. São 313 obras produzidas entre os anos 1820 e 1920. Grande parte dos registros – que inclui desenhos, gravuras e fotografias – mostra o Rio de Janeiro, então capital do país. A mostra reúne trabalhos de artistas viajantes como o alemão Rugendas e o inglês Charles Landseer e rico material de fotógrafos renomados como Agusto Stahl, Victor Frond, Militão Augusto Azevedo e Marc Ferrez. Na foto de Marguerite Tollemache, o Rio de Janeiro em 1855. O Instituto Moreira Sales fica na Rua Marques de São Vicente, 476, na Gávea.

Escravos vão se mudar da Mauá
Bloco que, tradicionalmente, anima o Largo São Francisco da Prainha, os Escravos da Mauá farão, na próxima sexta-feira (11/11), um último ensaio no local a partir das 18h. Por conta das obras na Zona Portuária, o bloco terá que encontrar outro pouso. Em dezembro, ja é certo, eles estarão no Morro da Conceição. Em janeiro, esperam ter definido para onde a batucada migrará.

Rio antigo
Ladeira da Misericórdia: aquela que, hoje, não leva a lugar nenhum.