Notícias

Não ao aumento da tarifa do metrô

Mais um absurdo da Agestransp que autorizou um aumento de 26% na tarifa do Metrô, que passará dos atuais R$ 5 para R$ 6,30, no próximo dia 2 de abril. É um acinte qualquer tipo de reajuste em plena pandemia.

Sempre falamos que essas concessões dos serviços públicos, com entrega das decisões para os empresários precisa ser revista. Essa autorização do aumento atual só mostra como a máfia dos transportes continua operando no estado do Rio.

Vamos cobrar explicações da Secretária de Transportes e estamos denunciando os trâmites envolvendo essas operações onde mais uma vez o interesse público fica de lado, e medidas são tomadas sem qualquer debate, logo numa área tão entregue às pressões do empresariado sobre as decisões públicas.

Nossa CPI dos transportes na Alerj foi finalizada em agosto de 2018 e até agora nada foi feito para reformular o sistema público de transportes no estado do Rio, as decisões e ganhos dos empresários continuam prevalecendo e continuamos com uma administração submetida aos mesmos interesses.

Manter o reajuste anual do metrô, assim como dos trens, conforme previsto no Contrato de Concessão, baseado no Índice-Geral de Preços do Mercado (IGP-M) é um contrassenso.

A concessionária MetrôRio ainda saiu na frente e ela mesma pautou a forma que o governo deveria agir. Pediu abertamente por subsídios, compensações para cobrir os 26% que ela pede de reajuste. Inaceitável.

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Notícias, Politica, Saneamento, Saúde, Transportes. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>