Rio - 10 de abril de 2013

O Maraca é nosso!

A mobilização começa cedo amanhã, 11/04: a concentração para o Ato Unificado contra a Venda do Maracanã é 7h, no Largo do Machado. Os manifestantes vão caminhar até o Palácio Guanabara onde acontece o processo de concessão do Complexo Esportivo, às 10h. São praticamente favas contadas que a vitória será do empresário Eike Batista. A privatização, se ocorrer, condenará à demolição o Paque Aquático Julio Delamare, a pista de atletismo Célio de Barros e a Escola Municipal Friedenreich. A piscina foi reformada para o Pan de 2007, ao custo de R$ 10 milhões, e atende atletas idosos, deficientes físicos e crianças. Tudo virará estacionamento se essa for a vontade da empresa que se tornar concessionária, já adiantou a secretaria estadual da Casa Civil. Veja as mentiras sobre o projeto do Maracanã na página do Comitê Popular Rio Copa e Olimpíadas.
Dia: quinta-feira, 11/04
Hora: 7h
Concentração e percurso: Largo do Machado em direção ao Palácio Guanabara

Omissão da verdade
Eliomar Coelho
“Quanto mais a polêmica da demolição da Perimetral se arrasta, mais evidente fica a lógica perversa da prefeitura do Rio na execução de projetos de infraestrutura e seus impactos sobre o meio ambiente e a qualidade de vida na cidade. A mais recente notícia nos informa sobre uma ação judicial impetrada pelo MP, com argumentos técnica e legalmente contundentes, solicitando a paralisação imediata da obra viária mais importante do projeto Porto Maravilha.” Leia na íntegra o artigo de Eliomar Coelho publicado em O Globo no dia 08/04/2013.

Espanhol nas escolas
“Apesar do amparo legal que fundamenta a implementação do ensino de espanhol, o cenário que se configura hoje na rede municipal em relação ao ensino de línguas é de grande restrição do ensino de espanhol. A secretaria de Educação vem favorecendo, após a criação do programa Rio Criança Global, em 2009, o ensino da Língua Inglesa, em convênio com a Cultura Inglesa, inclusive para fornecimento de material didático não licitado e não avaliado por especialistas.”, denuncia o abaixo-assinado online da APEERJ (Associação de Professores de Espanhol do Rio de Janeiro). O mandato vem tentando agendar uma reunião com a secretária municipal de Educação, Claudia Costin, para tratar do assunto.

Garantia de direito
Está na Ordem do Dia, para votação na Câmara Rio, o projeto de lei que regulamenta o pagamento de aluguel social em casos de remoção. A proposta define critérios, diretrizes e procedimentos para concessão deste benefício. E, mais que tudo, tenta impedir situação corriqueira: a família é removida e fica a ver navios; sem casa e sem o benefício prometido pela prefeitura. Saiba mais

A (ir)responsabilidade da prefeitura
“Sabemos que a administração da política de transportes urbanos é de responsabilidade do município. Por uma concessão do governo, este serviço é prestado por terceiros. Exemplos de outras cidades no mundo não faltam para provar que é factível contar com transporte público eficiente. Mas é claro que onde o capital vê uma possibilidade de ganho, sua ganância jamais perdoará não absorver aquilo que pode se prestar ao lucro. É isso o que acontece neste setor no Rio de Janeiro.”, afirmou Eliomar, no plenário da Câmara, na semana passada. Leia o discurso de Eliomar Coelho na íntegra.

Indignação de um velejador
Matheus Eichler
“Estive hoje na audiência pública da Marina da Glória e posso afirmar, de forma categórica, que me senti representado como cidadão. É uma grande felicidade saber que existem representantes da classe política engajados nas causas justas. O projeto proposto pela REX é um ultraje à comunidade náutica, a diminuição em 1/3 das vagas secas é um absurdo! Temos que considerar que os veleiros de competição ficam nas vagas secas! O iatismo brasileiro perde e muito com isso. A dragagem do canal para embarcações de 300 pés é outro absurdo.” Leia, na íntegra, o comentário do vice-presidente da Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro.

PSOL na TV
Não perca o programa de TV do PSOL que vai ao ar amanhã, 11/04, às 20h30. Em pauta, temas importantes para o país que serão apresentados pelas principais figuras públicas do partido – Chico Alencar, Ivan Valente, Jean Wyllys, Randolfe Rodrigues, Marcelo Freixo, Gelsimar Gonzaga e outros.

Direito à diferença
“Não importa se é pelos direitos dos grupos negros, das mulheres, dos povos indígenas ou da comunidade gay, todos devem lutar pela igualdade. Ao lado do direito pela igualdade, lutamos pelo direito à diferença. Tem uma frase linda de Boaventura de Souza Santos (sociólogo português) que diz: “Nós precisamos lutar pela igualdade quando a diferença nos priva do acesso ao direito e precisamos lutar pelas diferenças quando a igualdade nos descaracteriza”, afirmou, em entrevista à revista Época, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL/RJ) – um dos líderes do movimento que pede a renúncia do deputado Marco Feliciano da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal. Jean está em Washington, EUA, onde se reunirá com órgão da OEA para tratar da polêmica.

RIO ANTIGO
A foto da Avenida Sernambetiba antes da urbanização da orla foi tirada em 1970. O registro suscita uma reflexão sobre as mudanças urbanísticas que vêm acontecendo na cidade. E nem faz tanto tempo assim. Em 40 anos, é visível o resultado da especulação imobiliária na Barra da Tijuca. Uma dúvida não existe: a praia era limpa na década de 70. Viaje no tempo