Rio - 25 de maio de 2011

O Rio e os megaventos em debate


O Rio e os megaeventos em debate
O impacto das obras de infraestrutura e dos projetos vinculados à preparação da cidade para a Copa do Mundo e Olimpíadas é o tema do debate marcado para o próximo dia 6 de junho, segunda-feira, às 19h, no Sindicato dos Metroviários. Os debatedores serão o vereador Eliomar Coelho e a professora Nelma Gusmão de Oliveira – que pesquisa o assunto para sua tese de doutorado no IPPUR/UFRJ. O parlamentar deu entrada em requerimento, junto à Mesa Diretora da Câmara Municipal, pedindo a instalação da CPI das Remoções. A Anistia Internacional e a ONU já manifestaram desacordo em relação a maneira como vem sendo conduzidas as remoções e reassentamentos de comunidades que vivem em locais onde estão sendo realizadas intervenções urbanas motivadas pelos megaeventos.
Leia entrevista com Nelma Gusmão sobre Autoridade Pública Olímpica
Leia entrevista, no site, com Raquel Rolnik, relatora da ONU para direito à moradia adequada

Ensino religioso nas escolas
Uma audiência pública marcada para o dia 14/06, terça-feira, na Câmara Municipal, discutirá o projeto de lei de autoria do executivo que cria o cargo de professor de ensino religioso. A proposta gerou polêmica no Legislativo e não será mais votada em regime de urgência.

Em defesa dos músicos da OSB
Eliomar Coelho
“Sobre a polêmica envolvendo a Orquestra Sinfônica Brasileira – que teve 36 de seus músicos demitidos de forma arbitrária – quero frisar que estamos ao lado dos músicos, sem pestanejar. Quem ocupa cargo público eletivo tem que tomar posição. É assim que pensa o nosso partido, o PSOL.
Temos que abrir essa caixa preta que é a OSB. A prefeitura do Rio, através da secretaria municipal de Cultura, tem que se posicionar e dizer de que lado está. É urgente suspender todos os repasses e apoios que a prefeitura dá à Fundação OSB até que seja encontrada uma boa solução para os músicos e para a crise que se instalou.”
Leia artigo de Eliomar na íntegra

O destino do lixo
Nove mil toneladas de lixo poderão ser depositadas na Bacia do Rio Guandu. Audiência pública na Alerj, no dia 27 de maio, sexta-feira, às 10h, tratará desta grave denúncia que pode comprometer a qualidade da água.

Uma homenagem a Abdias
Pela importância do ativista Abdias do Nascimento na luta contra o preconceito racial, o mandato apresentou projeto de lei nº 1914/2011 que dá seu nome a uma escola do município. O escritor e jornalista – que foi deputado e senador pelo Rio de Janeiro – faleceu ontem aos 97 anos.

Escola não é fábrica
Será no próximo fim de semana, de 26 a 28 de maio, no Clube Municipal, na Tijuca, o 13º Congresso do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe-RJ). O tema será “Escola não é fábrica, aluno não é mercadoria, educação não é negócio – contra a meritocracia e a produtividade na educação”.

Trabalhadores do Porto

O Armazém 18 no Cais do Porto abriga uma exposição com 30 fotos de estivadores. As imagens do fotógrafo Maurício Hora estão também na fachada. A mostra pode ser vista durante a semana e nos fins de semana.

Opine
Lamentável a aprovação do novo Código Florestal ontem. Na semana retrasada, o PSOL conseguiu barrar a votação. Parlamentares do partido se unem à ambientalistas nas críticas à proposta aprovada que dá anistia a quem desmatou e permite plantação em encostas e topos de morros, considerados APPs (Áreas de Proteção Permanente). Qual sua opinião sobre este assunto?
Opine
Veja como votaram os parlamentares em Brasília

Rio Antigo
Você sabia que o Cristo Redentor completa 80 anos de existência em outubro. Veja documentário que conta toda a história da construção da estátua.
Veja e comente