Blog

Opine: demolição do viaduto da Perimetral

A Caixa Econômica Federal e o Ministério do Trabalho já formalizaram, oficialmente, parceria com a prefeitura do Rio para liberação R$ 3,5 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para investimentos no projeto Porto Maravilha. Parte deste montante cobrirá as despesas com a demolição da Perimetral. Orçado em R$ 1,2 bilhão, este bota abaixo está previsto para 2013. Quando se cogitou a ideia, muita gente deu de ombros com total descrença. Mas, a julgar pelo ímpeto do governo federal e dos empreendedores interessados no projeto de revitalização do Cais do Porto, parece que o plano sairá do papel.

Opine. Você acha que o viaduto da Perimetral deve ser demolido? Ou você acha que sua estrutura deve servir para abrigar um monorail ou monotrilho que ligaria o Aeroporto Santos Dumont ao Aeroporto Internacional, como propõe Cristovão Duarte, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da UFRJ? Mais detalhes sobre esta proposta no post abaixo.

Esta entrada foi publicada em Blog, Opine e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

7 respostas a Opine: demolição do viaduto da Perimetral

  1. Olá Eliomar,

    Como de costume, visitamos o seu blog e nos deparamos por coincidência com o nosso projeto acadêmico.

    Estamos enviando esse comentário pra retificar um engano, houve um erro na publicação do olhar virtual UFRJ, já estamos tentando resolver isso.
    Na verdade o projeto da nova perimetral foi uma decisão que partiu em conjunto na turma, onde decidimos não demolir o elevado, e depois disso ficou a cargo de nós três o detalhamento do projeto e todas as idéias que surgiram depois, como você pode ver no email que enviamos agora para você. O professor Cristóvão foi apenas nosso orientador, junto com outros quatro professores, cujos nomes estão no email e que também não foram citados… Sabemos que você é um grande admirador da verdade, por isso resolvemos falar direto com você.

  2. marcelo disse:

    Imagino que o normal e mais barato seria NAO demolir a Perimetral.
    Mais para uma administraçao que só quer fazer coisas estranhas como fechar a Rio Branco com certeza sera demolir e deixar de utilizar veiculos pois os engarrafamentos serão terriveis.

  3. Caro amigo Eliomar,
    Atendendo sua sugetão e sabendo do seu valor combativo as necessidades de nossa cidade, tenho grande prazer e honra de vir colocar aqui minhas ideias quanto a Perimetral:

    O transporte de passageiros sobre trilhos, seja metroviário, ferroviário ou o de levitação eletromagnética (MagLev-Cobra), é de vital necessidade que seja discutido com máxima seriedade, como uma alternativa viável para o desenvolvimento da cidade.

    Ao contrário de outras cidades como São Paulo, o Rio de Janeiro oferece a grande vantagem de possuir muito espaço para essa expansão. E isso deve ser ocupado com vistas ao transporte de massa em corredores com trilhos.

    O futuro do transporte coletivo, está no sistema viário de trens. Embora os caminhos dos trens sejam destinados ao metrô na visão da cidade moderna, mas o seu custo e a extensão da malha ferroviária suburbana no Rio, cerca de 230 quilometros, inviabiliza qualquer projeto que se inclua o Metrô.

    A Perimetral a partir da Pça Mauá, é de vital importância para a utilização da linha que levaria o trem da Central até a Cinelândia, aliviando em muitas situações as condições desumanas com que é tratado o usuário do trem:

    1. O usuário do trem, é obrigado a fazer na Estação da Central do Brasil, a baldeação, com o Metrô, para chegar até ao seu trabalho no centro da cidade, duas a três estações depois; (Carioca ou Cinelândia), pagando mais uma passagem, retardando seu horário de viagem em mais trinta minutos, no mínimo. Por mais que o metrô, prometa linhas e estações novas, o usuário do trem, que trabalha no centro, será sempre dependente da baldeação com o Metrô na Estação da Central

    2. Uma grande parte de usuários, usa também o Ônibus da Integração, ou mesmo vai a pé, na falta de recursos.
    O transporte rodoviário dentro da cidade, reconfigurado, traria maior facilitadade, fluindo melhor o transito;

    3. Sem a baldeação, o Metrô estaria atendendo sua função básica de transporte para os usuários de trens, que não se dirigem ao centro da cidade, aliviando e dando conforto aos que o utilizam com destino a zona sul;

    4. Os usuários dos trens suburbanos, cerca de 350 mil diários, se beneficiariam em utilizar apenas um transporte, da sua origem até o seu destino, no caso o centro da cidade e pagar uma única passagem numa só viagem, sem as baldeações e transferências a que são obrigados.

    Portanto entre estas e outras razões o governo deveria olhar de modo mais humano para utilização desse veio marginal da Perimetral e solucionar um grande problema social, que antes de tudo tambem é politico.

    Acredito que o projeto do governo em demolir a Perimetral não venha a atingir a parte apos a Praça Maua até o Aeroporto Santos Dumont, essencial a se levar o trem até a Cinelândia.
    Meu blog: http://www.jomsaavedrapsol.blogspot.com
    Elimoar, receba um abço do admirador de sua grande competência e de suas ideias.

    • eliomar coelho disse:

      Caro José,

      Muito interessante sua proposta. Por que não faz um intercâmbio com os alunos da FAU/UFRJ no sentido de somar os dois projetos?
      Quem sabe uma iniciativa de uma instituição que é uma referência não pode ser, de fato, considerada pelas autoridades envolvidas no Projeto Porto Maravilha?

      Abs e obrigado por sua participação.
      Eliomar

  4. Seo Cruz disse:

    Deve ser demolido pelo simples fato de ser uma aberração urbanística.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>