Blog

Opine: faixas seletivas na Avenida Rio Branco?

Até o final do simestre, a Avenida Rio Branco ganhará faixas seletivas – o BRS ou Bus Rapid Service (Serviço Rápido de Ônibus), a exemplo do que foi implantado na Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Apesar de já ter anunciado a medida, a prefeitura assume que não fez estudos viários para averiguar qual o impacto sobre o trânsito e sobre a vida dos usuários de coletivos.

A decisão de implantar o BRS na Rio Branco joga por terra outro plano anunciado com estardalhaço pelo prefeito: a transformação da via em rua de pedestres. Até desenhos do projeto foram divulgados no início do ano passado. A ideia foi bastante criticada na época.

No próximo dia 9 de abril, as ruas Barata Ribeiro e Raul Pompeia também terão corredores expressos apenas para ônibus, táxis e veículos de emergência. A adoção do BRS foi adiada mas é certo que entrará em vigor.

Opine. Você concorda com a implantação das faixas seletivas? Você acha que as faixas seletivas melhoram o trânsito? Você concorda com o BRS na Avenida Rio Branco?

Esta entrada foi publicada em Blog, Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas a Opine: faixas seletivas na Avenida Rio Branco?

  1. souldorio disse:

    Mais uma fanfarronice do nosso prefeito maluquinho versão 2 e sua equipe de secretários-mauricinhos. Não serão essas soluções importadas, inclusive com o uso das siglas e expressões originais, que nos salvarão do caos em que a cidade está mergulhando. A melhoria do trânsito da cidade passa por uma melhor educação de todos os motoristas, especialmente os condutores de ônibus das empresas concessionárias. Não adianta que as empresas cobrem boas práticas de seus motoristas se não lhes dão treinamento e condições dignas de trabalho.
    Em minha opinião essas faixas seletivas apenas aumentam a quantidade regras a serem descumpridas por todos.

  2. Saudações

    Por certo faixas seletivas têm a sua aplicação, mas, sem avaliações adequadas dos impactos sobre o trânsito nos locais escolhidos pela prefeitura, fica difícil emitir uma opinião.
    Quanto a Rio Branco, entendo que todo o Centro da Cidade deveria ser reservado aos pedestres, sendo somente permitida a circulação do transporte coletivo e de táxis.
    O que se sabe é que o RJ não dispõe de transporte coletivo decente, o que faz com que as pessoas comprem carros. Mais que isso, não haverá transporte coletivo que dê conta da crescente demanda.
    Todas as pessoas convergem para os mesmos lugares ao mesmo tempo. Isso é inviável. Já presenciamos os intermináveis engarrafamentos em horários que antes não existiam.
    Do jeito que vai, não haverá corredor expresso ou faixa seletiva que dê conta de tantos veículos nas ruas.

    Um abraço.

    • eliomar coelho disse:

      Certamente, o aumento no congestionamento prova que há mais carros em circulação em detrimento de usuários de transporte público. E, lamentavelmente, não vemos investimentos reais na melhora da qualidade do sistema de transporte público. As obras de extensão das linhas Metrô não vem assegurando, paralelamente, a eficiência deste meio de transporte.

      Abs,
      Eliomar

  3. Pingback: Boletim – Rio, 06 de março de 2011 | Eliomar Coelho – PSOL – O vereador do Rio

  4. eliomar coelho disse:

    Caro leitor do blog,

    Regras mal planejadas são um convite à desobediência civil. E, de fato, a maior educação dos motoristas, tanto de coletivos quanto de carros passeio, poderia melhorar a qualidade do trânsito.

    Abs,
    Eliomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>