Blog

Opine: vigilância com câmeras


Os Arcos da Lapa estão sendo novamente pintados. Desta vez, a prefeitura quer dar vida longa à restauração. Para coibir atos de vandalismo e pichações, foram instaladas quatro camêras que permitirão, dia e noite, o monitoramento do antigo aqueduto, construído em 1723. A paisagem da Lapa vem sofrendo transformações ao longo dos anos. Somente permanece intacta a visão dos Arcos caiados de branco – um dos cartões postais do Rio.

Opine. Você acredita que o sistema de monitoramento com câmeras impedirá que os Arcos da Lapa sejam depredados? Na sua opinião, este sistema deveria ser estendido à outras áreas e monumentos da cidade?

Esta entrada foi publicada em Blog, Opine, Prefeitura e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Opine: vigilância com câmeras

  1. Camila Luiza disse:

    Sim, moro perto dali e acho que se não houver algo que coíba o vandalismo, a reforma dos arcos será dinheiro jogado fora. A instaçaão de cameras irá diminuir bastante os atos de depredação no lugar.

    • eliomar coelho disse:

      Obrigado pela participação, Camila. Vamos ver se haverá ação e repressão da guarda municipal quando acontecer um flagrante.

      Abs,
      Eliomar

  2. Camila Luiza disse:

    Onde está escrito instaçaão seria INSTALAÇÃO. É a correria.

  3. Estamos cada vez mais vigiando as potencialidades da precarização social, fruto de uma concentração de renda especulativa, um difícil e necessário programa de renda e de uma transição democrática operada com os atores de tantos golpes.
    A tecnologia poderá se tornar uma ferramenta, desde que haja recursos humanos capacitados à gerir estes sistemas. Estes, muitas vezes, complexos na sua formatação original e delineados para plantas industriais e/ou militares.
    Se descentralizados operacionalmente, é possível que obtenham algum resultado preventivo.
    Meu receio é que a propalada parceira entre União, Estado e Município fique no discurso por decurso de prazo. Monitoramento sem monitor é uma bela embalagem oca. Assim como Arcos caiados sem uma tinta protetora terá data e hora para a restauração das licitações periódicas. Quem ganha? Quem pinta sempre… Quem perde? Os que procuram transparência na gestão pública.

    • eliomar coelho disse:

      Caro Sebastian, as câmeras, segundo a prefeitura, serão monitoradas por guardas municipais que estarão em uma base próxima aos Arcos. Mas de nada adiantará o monitoramento humano das imagens captadas em tempo real se não houver ação e repressão no momento em que a guarda assistir ao flagrante de seu posto de observação.

      Abs,
      Eliomar

  4. Na atual conjuntura, é óbvio que o monitoramento dos monumentos se faz necessário. Agora, conforme apontado em posts anteriores, de nada vale o monitoramento sem a ação imediata do Poder Público sobre o vândalo.
    Acho que sonho demais, mas, considerando que o maior problema é a má educação da população em geral, não seria interessante também que, além do monitoramento, fossem realizados eventos culturais bem organizados, para transmitir informações sobre a história dos monumentos? História essa que é a do Rio de Janeiro (ex-capital federal) e do Brasil?
    A própria Guarda Municipal poderia ser uma aliada da Secretaria de Cultura na elaboração de um projeto com esse objetivo. Não precisaria ser nada grandioso. Acredito que o mais importante é dar visibilidade à importância do monumento, ao quanto é importante preservá-lo, não só pelo valor histórico e cultural, mas também pelo custo de manutenção gerado a cada depredação.

    Um abraço.

    • eliomar coelho disse:

      Pode ser sonho mas somente um trabalho educativo e de conscientização do valor arquitetônico e urbano dos monumentos e construções antigas da cidade pode, de fato, gerar uma mudança de postura a médio e longo prazo, Patrícia…

      Obrigado por seu comentário.
      Abs,
      Eliomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>