Rio - 20 de julho de 2016

Pela Democracia

Eliomar condenou de forma veemente a retirada, à força, de servidores que ontem (19/7) protestavam pacificamente contra projetos do governo, durante a sessão da Alerj.

Os servidores foram retirados das galerias pelo Batalhão de Choque, chamados pela presidência da Casa. 

Nosso mandato não aceita que deputados que apoiam essa iniciativa venham falar de democracia. Muitos, inclusive, ainda têm internalizados o pensamento e as ações arrogantes e prepotentes dos tempos ditatoriais.

Contra o corte de salários de professores

A atitude do governador Dornelles de cortar 17 dias de salário dos servidores da educação, além de perversa e desumana, mostra que o governo não quer chegar a um acordo para a melhoria da educação pública. Leia mais

Todo apoio a Flavio Serafini

Amanhã (21), estarei em Niterói para participar do evento de lançamento da pré-candidatura de Flavio Serafini a prefeito. Flávio é meu querido companheiro de bancada, e um jovem cheio de disposição, fazendo a boa política.

Agora, depois de um ano e meio com um combativo e atuante mandato de deputado estadual, Serafini reúne todas as condições para disputar e transformar a cidade de Niteroi, que está totalmente entregue à máfia da especulação imobiliária.

Calamidade ambiental 

Em mais uma ação inacreditável, o governador Dornelles retirou R$ 150 milhões do Fundo de Conservação Ambiental e alocou na obra da Linha 4 do metrô, prejudicando ainda mais a despoluição da Baía de Guanabara. Leia mais

Crise seletiva

O governo do estado está criando um clima de pânico, ao anunciar que vai precisar demitir servidores, inclusive os estáveis e em estágio probatório. Mas continua a dar benefícios fiscais a setores como o de joalheria. Leia mais

Com Glauber em Friburgo

Na Serra, entre os companheiros Chico Alencar e Glauber Braga, cujo lançamento da pré-candidatura à prefeitura de Nova Friburgo foi realizado no dia 8 de junho. Glauber é daqueles jovens que nos emocionam pela forma como faz a boa política. Vamos fazer de Friburgo uma cidade com justiça social e dando voz à população.

RIO ANTIGO

Uma das ruas mais antigas do Rio de Janeiro, a Rua da Ajuda, no Centro, foi drasticamente encurtada por ocasião da abertura da Avenida Central, em 1904. Virou uma ruela, espremida entre as Avenidas Nilo Peçanha e Rio Branco. Atualmente a Rua da Ajuda começa no número 6 – prédio do Banerjão, que vai abrigar parte da Alerj – e termina no número 35, uma farmácia. Do lado da Avenida Rio Branco, fica em frente da estação do metrô da Carioca. É quase tão antiga como a Rua São José e Assembleia, ambas no Centro. Escrituras de venda de terrenos e prédios datam da primeira década início de 1600. Viaje no tempo