Rio - 16 de março de 2016

Pelo fim da farra das isenções fiscais

A bancada do PSOL Rio de Janeiro não vai ficar parada diante dos absurdos do governo Pezão. Para combater esse governo desastroso, encaminhamos algumas ações como: CPI na Alerj; entrega ao procurador-geral de Justiça de representação solicitando investigação e abertura de inquérito; requerimento de informação ao governo do estado sobre isenções fiscais concedidas nos últimos 10 anos; e ofício ao TCE para obter relatório que aponta isenções fiscais de R$ 138 bilhões. Leia mais

Estudantes merecem respeito!

Na semana passada (11/3), alunos secundaristas de escolas estaduais do Leblon realizaram uma grande passeata. De forma organizada e mobilizada, os estudantes caminharam pelas ruas do bairro e fizeram um grande ato na portaria do prédio onde mora o governador. Leia mais

Bem-vinda, Erundina! 

Nosso mandato dá as boas-vindas para a combativa e guerreira Luiza Erundina, que ontem (15/3), na Câmara dos Deputados, assinou a ficha de filiação ao PSOL. “Sou um admirador dessa ‘nordestina porreta’ desde os tempos em que éramos companheiros de partido nos anos 80.”, disse Eliomar. Leia mais

O carioca David Harvey 

No evento “Se a Cidade fosse Minha”, que lotou o Odeon, Eliomar entrega o Título de Cidadão Honorário do Rio de Janeiro ao geógrafo britânico David Harvey. A proposta do nosso mandato na Câmara dos Vereadores reuniu a bancada de vereadores do PSOL para prestar a homenagem, realizada no último dia 10.  Leia mais

Asfixia dos hospitais universitários 

Paulo Pinheiro

Existem quatro grandes hospitais universitários na Região Metropolitana do Rio de Janeiro: Clementino Fraga Filho (UFRJ), Gaffrée e Guinle (UNIRIO), Antonio Pedro (UFF) e Pedro Ernesto. Mas o que se tem visto nos últimos anos? Uma asfixia visível. No Pedro Ernesto, ela é provocada pelo desastroso governo Pezão. Leia o artigo na íntegra 

RIO ANTIGO

Guaratiba: de pólo pesqueiro a reserva de terras para especulação. Os bairros da região de Guaratiba, às margens da Baía de Sepetiba, têm uma bela história na zona oeste do Rio. Seus primeiros ocupantes formaram antigos quilombos e, já no século XX, colônias de pescadores abasteciam toda a região com pescados muito valorizados. Viaje no tempo