Blog

Pezão quer cheque em branco para acabar obra fajuta do metrô

Você faria um empréstimo no banco sem saber quais as condições, tais como taxa do empréstimo, juros, prazos?

Pois é isso para isso que o governador Pezão quer uma autorização da Alerj: contrair um novo empréstimo de R$ 500 milhões para terminar as (intermináveis) obras do metrô.

Pezão mandou o projeto sem nenhuma explicação de como será esse empréstimo, ou seja, quer um cheque totalmente em branco. Bem diferente, por exemplo, dos financiamentos bilionários que a gestão do PMDB libera para grandes empresários aqui no Rio de Janeiro. Empréstimos com juros baixíssimos e prazo a perder de vista para pagar.

Isso sem falar no absurdo que é essa Linha 4 fajuta, pois é apenas uma nova tripa para a Linha 1. Claro que somos favoráveis ao metrô para a Barra, mas não do jeito que foi feito. Como bem disse o nosso líder da bancada, Marcelo Freixo, o Rio é o único local do mundo que tem a linha 1, a linha 2, a linha 4 e não tem a linha 3.

Além disso, transformaram as linhas 1, 2 e 4 em uma só. Tudo isso para não ter uma nova licitação. E até agora já foram gastos mais de R$ 5 BILHÕES nessa obra que não termina nunca. É a obra de metrô mais cara do mundo. Enquanto isso, as empreiteiras da Lava-Jato, que comandam o espetáculo, vão fazendo a festa!

Assista Eliomar na Alerj falando sobre o assunto

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>