Notícias

Pezão afunda estado com mais um empréstimo

Mesmo com parecer contrário do TCE e do MP, Pezão conseguiu na Justiça antecipar receitas futuras de royalties do petróleo. Na prática, é mais um empréstimo em péssimas condições que irá destruir ainda mais as finanças do estado.

O TCE calculou que as operações de securitização realizadas em 2013 e 2014 vão gerar prejuízo de R$ 10 bilhões à previdência e, inclusive, explica o rombo atual dos cofres públicos. Naquela época, tudo foi feito sem nenhuma transparência. E é da mesma forma que foi alinhada a atual operação, cujo contrato estabelece taxa de juros de 8,2% (nas operações anteriores a taxa era de 6,5%) e irá gerar perda de mais R$ 8,8 bilhões.

Fugindo do prejuízo político, e atendendo aos anseios dos investidores (que lucram muito com essas operações), Pezão joga o prejuízo econômico e social nas costas da população! Como sempre.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>