Notícias

Por uma educação pública, laica, gratuita, igualitária e de qualidade

Sem debates com a comunidade escolar, a Seeduc quer implementar, já em 2022, o “Novo Ensino Médio”. Mais um retrocesso educacional. A iniciativa pretende acentuar ainda mais as desigualdades. O que está sendo proposto vai exatamente na contramão do que eu defendo para um ensino abrangente e igualitário. Disciplinas como Artes, Educação Física, Filosofia e Sociologia, fundamentais para uma formação crítica, estão sendo colocadas em segundo plano.

A medida ainda desvaloriza os professores, já que abre espaço para que profissionais com notório saber também possam ministrar aulas. É hora de nos unirmos e cobrarmos um debate amplo e democrático sobre o tema. Uma mudança desse tamanho, que pode gerar impactos por gerações, não pode ser feita sem uma discussão aprofundada.

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em cidadania, Cidade, Cultura, Educação, Notícias, Politica, Política Nacional, Servidores. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>