Notícias

Por uma sociedade sem manicômios

18 de maio marca o Dia Nacional de Luta Antimanicomial. A data carrega o legado do importante movimento por uma sociedade sem manicômios, que ganhou força com a mobilização de profissionais de saúde, usuários do sistema de saúde e seus familiares, professores, movimentos sociais e trabalhadores comprometidos com a luta pelo fim das graves violações de direitos humanos praticados em manicômios a partir da década de 1970.

Os retrocessos têm sido muitos em relação à política da saúde mental no país: violento e afeito às violações de direitos fundamentais, Bolsonaro trouxe de novo os manicômios para dentro da rede de cuidados da saúde mental, que haviam sido retirados ao longo dos últimos 30 anos, como explica a psicóloga e sanitarista Lumena de Castro em entrevista ao Brasil de Fato, que vale ler na íntegra no link. “O país estava fechando manicômios e ampliando a rede de cuidado aberta, e o governo Bolsonaro vem inverter essa lógica”.

E neste momento em que a saúde mental das pessoas é fortemente afetada pela pandemia e o confinamento, é especialmente importante homenagear os profissionais da saúde que estão trabalhando em unidades como CAPS, e que estão prestando importante assistência a pessoas em sofrimento mental nas mãos diversas unidades de saúde.

Vamos juntos na Luta Antimanicomial e contra toda forma de retrocesso na política de saúde mental no país!

Leia mais

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Direitos Humanos, Notícias, Saúde. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>