Rio - 12 de junho de 2013

PSOL sem acesso ao Engenhão

Os vereadores do PSOL, Eliomar Coelho, Renato Cinco e Paulo Pinheiro, tentam, há duas semanas, conseguir junto à prefeitura do Rio que seja liberado a eles o acesso ao Engenhão para uma vistoria. No dia 3/06, o líder da bancada do partido, Eliomar Coelho, ligou diretamente para o prefeito Eduardo Paes. O prefeito retornou a ligação no dia seguinte prometendo que um funcionário da RioUrbe, empresa pública ligada à secretaria municipal de Obras, entraria em contato, ainda naquela terça-feira, para liberar o acesso dos vereadores ao estádio. Até hoje, ninguém da prefeitura voltou a procurar os vereadores. Leia mais

Investimento aquém
Eliomar Coelho
“Em 2012, o governo deixou de investir R$ 2 bilhões com o servidor público municipal. De acordo com os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal devemos executar, no máximo, 54% da Receita Corrente Líquida com esse “gasto”, no entanto, executamos apenas 40,96%. Essa “economia”, de 2 bilhões, é coincidentemente do tamanho aproximado do investimento atual com os profissionais efetivos da secretaria de Educação, ou seja, tal sobra poderia duplicar os investimentos nesses profissionais.” Leia artigo na íntegra

Morte anunciada

Quando aconteceu o acidente com o bonde número 10, que matou seis pessoas e feriu mais de 50, os moradores de Santa Teresa já alertavam para outro risco: acidentes envolvendo coletivos que trafegam em Santa Teresa em alta velocidade e de forma imprudente. No dia 01/06, Sonia Amaral foi atropelada, arrastada e imprensada na calçada, no Largo dos Guimarães, por um ônibus da empresa Transurb que presta (mal) serviço ao bairro e não resistiu. A AMAST (Associação de Moradores e Amigos de Santa Teresa) denunciou o fato e encaminhou carta, com mais um apelo, ao prefeito e demais autoridades. “Será preciso que a próxima vítima fatal seja uma turista estrangeira para que providências sejam finalmente tomadas?”, conclui a AMAST. Leia mais

A luta continua
O movimento Meu Rio lançou carta de apoio aos pais, alunos e professores da Escola Municipal Friedenreich, ameaçada de ser demolida junto com o parque aquático Julio Delamare, no Maracanã. Mais de 18 mil pessoas assinaram a petição e o movimento conseguiu evitar a demolição por enquanto. A escola, que tem ensino de excelência, continua de pé resistindo.

Nas redes e nas ruas

Transporte Público não é mercadoria! Por um transporte barato e de qualidade! Contra a dupla função! Por passe-livre irrestrito para estudantes e desempregados! Essas são as bandeiras do Movimento Passe Livre que tem mobilizado jovens, via redes sociais, em diversas cidades do país. Os manifestantes vem sofrendo constante repressão policial. Ato nacional está marcado para amanhã, 13/06, às 17h. No Rio, a concentração do protesto será na Candelária.
Dia: quinta-feira, 13/06
Hora: 17h
Concentração e percurso: Candelária até a Cinelândia

Rio de Janeiro: cidade à venda?
Raquel Rolnik
“Depois de anunciar o projeto “Estação Patrocinada”, o Metrô Rio, concessionária que administra o metrô do Rio de Janeiro, teve que voltar atrás em seus planos de “vender” o nome das estações de metrô da cidade, que passaria a ser associado ao nome de empresas privadas. No dia 16 de maio, o governador Sérgio Cabral vetou a proposta, que, de acordo com a imprensa, havia sido idealizada pela empresa IMX, de Eike Batista. O site do Metrô Rio já tirou do ar todas as informações relativas ao projeto.” Leia artigo na íntegra

Em defesa dos índios
Antropólogos brasileiros assinaram manifesto sobre a demarcação de terras indígenas depois do assassinato do estudante Terena durante desocupação da fazenda Buriti, em Sidrolândia/MS, pelas polícias federal e militar no último dia 30/05. “De maneira flagrantemente parcial, a mídia brasileira tem criminalizado a regularização fundiária de terras habitadas por populações indígenas no país”, afirma o documento nacional. O PSOL propõe uma profunda reflexão sobre os impactos do modelo de desenvolvimento implementado pelo governo federal nos últimos 10 anos.

Cinema para pensar

“Mais náufragos do que navegantes” é o título programado para o “Domingo é Dia de Cinema” no próximo dia 16/06. Marcelo Freixo participa, após a sessão, do debate “Direitos humanos para quem?” ao lado do delegado Orlando Zaccone, da advogada Fernanda Vieira e de Repper Fiell, do Morro Santa Marta.

RIO ANTIGO
A foto aérea tirada exatamente sobre o Maracanã é de 1963 e mostra uma área subaproveitada no canto inferior esquerdo que foi ocupada com a construção do parque aquático Júlio Delamare, inaugurado em 1978. Dá para observar com nitidez a geral que se transformou em cadeiras numeradas na segunda reforma realizada, em 2005, para os jogos Panamericanos quando o governo investiu R$ 304 milhões nas obras. Viaje no tempo