Notícias

Reajustes absurdos nos transportes

Durante a sessão plenária desta terça (9/3) na Alerj, Eliomar questionou o papel da Secretaria de Estado de Transportes sobre o reajuste de 25,71% na tarifa básica do metrô, passando dos atuais R$ 5 para R$ 6,30.

“A Agetransp já autorizou o reajuste, que eu considero imoral. Empresários dos transportes pressionam por compensações financeiras e a Agetransp cede, de novo. Assim como aconteceu com a SupervVia”, disse Eliomar.

Segundo ele, passaram 15 dias e até agora continua envolto em mistério as condições acertadas entre o governo do estado e a SuperVia, que resultou no aumento da tarifa de trem, aplicado desde o dia 23 de fevereiro. “Que compensações financeiras foram prometidas?”.

Para o deputado, dessa vez, a concessionária MetrôRio ainda saiu na frente e ela mesma pautou a forma que o governo deveria agir. Pediu abertamente por subsídios, compensações para cobrir os 26% que ela pede de reajuste. “É sério isso? Reajuste anual de 26%?”

“É um escárnio a forma como esses reajustes e revisões estão sendo operados, com pressões por parte do empresariado, que sequer mantém a dignidade dos serviços. O povo não têm condições de pagar mais essa conta, não é justo. Nosso mandato, seguindo as prerrogativas legislativas, vai atuar para barrar mais esse absurdo,”, concluiu Eliomar.

Para ouvir a fala de Eliomar basta clicar aqui

Esta postagem está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Cidade, Notícias, Politica, Saneamento, Saúde, Transportes. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>