Notícias

Renata Souza é nossa pré-candidata à prefeitura do Rio

Em tempos que precisamos de esperança num futuro que possa ser diferente do que nos apresentou a velha política de Paes, Cabral e cia, e o ódio e a intolerância de Crivella, Witzel e Bolsonaro, o diretório do PSOL Carioca acaba de referendar a pré-candidatura da deputada estadual, Renata Souza, primeira presidente da Comissão de Direitos Humanos da Alerj, para a prefeitura da segunda maior cidade do Brasil.

“O Rio não merece estar entre mais dos mesmos, representado pelo Paes e toda a sua relação com Cabral e Pezão, e o fanatismo de Crivella. Minha candidatura expressa a real necessidade de mudança social a partir da representação das mulheres, negras e negros, que são maioria na sociedade, mas sempre foram alijados da política, dos espaços de poder e de decisão. Vai ser lindo ver os cariocas se reencantando com a política”, afirmou a agora, pré-candidata à prefeitura em entrevista ao jornal O dia.

Com 22 votos a 5, cerca de 80% do diretório do partido, o PSOL também aprovou a necessidade do partido ser a cabeça de chapa de uma frente progressista que permita aliança com outras organizações de esquerda que estejam comprometidas com os desafios expostos pela Pandemia, mas que já se avizinhavam anteriormente. É hora de somarmos mais forças contra o bolsonarimos e lutar bravamente pela dignidade da vida do trabalhador e da trabalhadora, o fim do extermínio recorrente da juventude negra nas favelas e periferias da cidade, o balcão de negócios em que já havia se transformado a prefeitura, ainda na gestão Paes e remodelado de forma tosca por Crivella, e o desmantelamento da Saúde, da Educação e Cultura no município.

São muitos os desafios e o isolamento social nos deixa a mercê de uma nova forma de envolver a todas e todos no processo de reformulação programática para as Eleições 2020. Apesar disso, continuamos com nossa prática histórica de construção democrática de um programa-movimento plural e coletivo, à esquerda e que tenha o ideal socialista e libertário como norte e que envolva os setores interessados em reescrever o futuro do Rio. Contamos com a força dos movimentos sociais, coletivos de favelas, organizações sindicais e dos territórios ameaçados pela fome, a doença e a desinformação. Desta forma, aos moldes da Primavera Carioca de 2012 e, do Se a cidade fosse nossa, de 2016, convidamos todas e todos que desejam construir de forma radical e coletiva, um programa popular, antifascista, anti racista, feminista e que tenha a favela como centro, que se somem aos debates programados pelo PSOL e sua base de núcleos e setoriais para os próximos meses:

Encontros Territoriais:

08/08 – Encontro Programático: Centro e Zona Sul
15/08 – Encontro Programático: Zona Norte
22/08 – Encontro Programático: Zona Oeste

Encontros Temáticos:

29/08 – Encontro Programático: Combate às Opressões – A Luta das Mulheres, LGBTI+ e Negritude
12/09 – Encontro Programático: Direito à Cidade – Cultura, Moradia, Segurança e Meio Ambiente
26/09 – Encontro Programático: Direito aos Serviços Públicos – Saúde e Educação

QUER PARTICIPAR DESSE PROCESSO? Envie mensagem para comunica@psolcarioca.com.br com nome, e-mail, zap e bairro, com o assunto “Quero reescrever o futuro do Rio”.

Esta notícia está também no Facebook do Eliomar

Esta entrada foi publicada em Carnaval, cidadania, Cidade, Cultura, Direitos Humanos, Educação, Esportes, Habitação, Meio Ambiente, Notícias, Orçamento, Politica, Saneamento, Saúde, Servidores, Transportes, Tributação, Urbanismo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>