Blog

Repressão nunca mais: fim dos tributos à figuras do regime militar

No momento em que o Brasil se esforça para julgar e punir os torturadores da mais recente ditadura do país, o Rio continua a prestar homenagens aos líderes do regime militar em colégios. Um projeto de lei municipal quer mudar os nomes de repartições públicas que reverenciam pessoas ligadas ao período ditatorial iniciado em 1964.

“Recentemente, a Prefeitura do Rio reinaugurou uma escola municipal com o nome do presidente Médici, em Bangu, zona oeste. É um contrasenso isso acontecer no momento em que a Comissão da Verdade investiga as torturas feitas no período”, explica o vereador Eliomar (PSOL), autor do projeto de Lei.

A Comissão da Verdade Estadual começou a funcionar em abril. Emílio Garrastazu Médici foi presidente entre 1969 e 1974, período em que a repressão aos opositores do regime foi mais intensa. Outra escola em Senador Camará, na zona oeste, leva o mesmo nome. “Além de tirar o nome dos ditadores, é preciso conscientizar quem passa por ali do porquê dessa medida. É o que chamamos de pedagogia da memória”, explica Samantha Quadrat, doutora pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e professora de História das Américas.

Leia, abaixo, matéria na íntegra. Clique duas vezes para ampliar.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

12 respostas a Repressão nunca mais: fim dos tributos à figuras do regime militar

  1. welington eduardo de oliveira disse:

    Dr.Wadih Damous tomou posse na CNVdo Rio nesta quarta-feira passada êle já manifestou interesse em apoio a este Projeto lei. Vamos em frente! Grande Eliomar!

    • Eliomar Coelho disse:

      Obrigado, Welington…

      Abraços fraternos,
      Eliomar

      • welington eduardo de oliveira disse:

        M.D.brasileiro DRº Ricardo Medeiros Pimenta>A disputa pela memória nas ruas. Descobertas da CNV do Rio e Projetos de lei para…com marcas da Historia recente dos país(ler pg.8-O Globo-Prosa&Verso-sábado 25.05.2013).
        M.D.Brasileiro Ancelmo Gois>A CNV do Rio começa seus trabalhos…baratas vivas sobre elas.(ler pg.20-Rio-O Globo-sabado 25.05.2013)

        • welington eduardo de oliveira disse:

          MD D.F. Domingos Dutra>pg.14 O GLOBO>segunda feira 27.05.13 >tema en discussão “A proposta de revisão da Lei Anistia>Sem Sentido>Questão de Justiça
          M.D. Cristina Tardáguila>” O cinema e os 50 Anos da Ditadura”( na noite de 31 de março de 1.964)>pg.2 O Globo segundo caderno de segunda feira 27.05.13

        • welington eduardo de oliveira disse:

          Proponho um evento”50 anos após! A verdade é nossa”.]
          Data do golpe Civil e Militar: 31 de março de 1.964.
          Data comemoração 50 anos: 31 de março de 2.014.
          Objetivo deste evento: premiar professores(as)<Jornalista e outras personalidade; que veêm manifestando e apoiando na imprensa desta cidade do Rio de Janeiro à CNV do Rio e aos seus Projeto de Leis.
          O premio: uma medalha ou diploma . .

          • welington eduardo de oliveira disse:

            de 01.06.13 á o5.06.13 nenhum informe sobre CNV do Rio e sobre o seu projeto Lei.
            proponho um evento: “50 Anos após! A Verdade é a nossa responsabilidade.”
            Um abraço forte!

          • Eliomar Coelho disse:

            Caro Wellington,
            Sua sugestão é bem vinda.

            Abraços fraternos,
            Eliomar

  2. welington eduardo de oliveira disse:

    ler O Globo pg.28 RIO >domingo 9.6.13> Em Tempo…-coluna Ancelmo Gois

  3. welington eduardo de oliveira disse:

    ler O globo pg.26 Rio domingo 9.6.2013> Calma Gente…sem interagir com o outro.
    ler O Globo pg. 7 País t.feira ll.6.1013>

  4. welington eduardo de oliveira disse:

    Ler O Globo quarta-feira l9.06.13>País pg.15

  5. welington eduardo de oliveira disse:

    Ler sexta-feira>05.07.13>O GLOBO>Pg.23> A verdade sobre a Comissão da Verdade>Luiz Cláudio Cunha.

  6. welington eduardo de oliveira disse:

    ler pg. 21 O Globo >07.07.13> Rio> A DITADURA E OS LADRÕES

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>