Rio antigo: 1º de Maio, Dia do Trabalhador

No dia 1º de maio, trabalhadores de todas as partes do mundo celebram o Dia do Trabalho. Marca a luta não só pela manutenção, assim como pela ampliação de conquistas sociais. No Rio, o PSOL participou das manifestações de milhares de trabalhadores contra a reforma trabalhista e previdenciária de Temer e o Pacote de Maldades de Pezão.

Dia do Trabalho, Dia do Trabalhador ou Dia Internacional do Trabalhador, o 1º de maio homenageia trabalhadores da cidade de Chicago que, em 1886, em greve, reivindicavam condições dignas e a redução da jornada de trabalho de 16h para 8h. A manifestação pacífica teve forte repressão policial.

No mesmo dia, 1ª de maio de 1886, uma greve geral parou os EUA. No terceiro dia de greve, houve confronto entre manifestantes e policiais, resultando em seis mortes, prisões e  dezenas de feridos.

No dia seguinte (4/5), no que passou para a história como a Revolta de Haymarket ou o Massacre de Haymarket, trabalhadores de Chicago reforçavam a pauta da redução contra a jornada de trabalho de 16h para 8h e protestavam contra a morte de trabalhadores nos dias anteriores.

A manifestação seguia pacífica até a explosão de uma bomba que matou sete pessoas, entre policiais e manifestantes, além de dezenas de deixar dezenas de pessoas feridas. A reação da polícia foi violenta, com a morte de mais manifestantes.

Foram presos oito trabalhadores: cinco foram julgados e enforcados, um cometeu suicídio antes de ser enforcado e duas condenações para a forca foram comutadas para prisão perpétua pelo governador do estado do Illinois. O oitavo trabalhador foi condenado a pena de 15 anos. Em 1893, o novo governador revogou a sentença de prisão concluindo que os oito acusados eram inocentes.

Três anos depois do massacre de Chicago, a Segunda Internacional (1889-1916), reunida em Paris, iniciou campanha para reduzir a jornada de trabalho para 8 horas, aliás, uma das reivindicações dos trabalhadores americanos de Chicago, e escolheu o 1º de maio como Dia Internacional dos Trabalhadores. A partir daí, diversos países adotaram o 1ª de Maio como o dia de luta dos trabalhadores.

A redução da jornada de trabalho de 16h para 8h nos Estados Unidos viria a ocorrer em 1890, após aprovação pelo Congresso.

Em 1919, a França foi o primeiro país a instituir o 1º de maio como o Dia do Trabalho, igualmente adotando a jornada de trabalho de 8 horas.

No Brasil, passou a ser celebrado em 1925, sendo decretado feriado nacional pelo presidente Artur Bernardes.

Inscrição do monumento em homenagem aos mártires de Haymarket, em um cemitério nos arredores de Chicago. “Virá o dia em que o nosso silêncio será mais poderoso que as vozes que vocês hoje sufocam (estrangulam).”

Foto: https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1221688

Quatro trabalhadores condenados injustamente em Chicago, em 1886.

Foto http://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-do-trabalho.htm

 

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>