Blog

Rio antigo: a natureza exuberante da cidade no início do século XX

Mais uma tela de Eduardo Camões que revela um Rio com jeito de balneário. No começo do século XX, a natureza predominava entre o mar e a Lagoa. Contavam-se nos dedos as casas construídas nas proximidades da orla. Nesta época, as praias não eram poluídas e a cidade pouco urbanizada sequer possuía a estátua do Cristo Redentor. O crescimnento do Rio trouxe, como herança, prédios e mais prédios que acabaram por encobrir, parcialmente, o que temos de melhor: a paisagem.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>