Rio Antigo: Av. Gomes Freire

Trecho da Avenida Gomes Freire, no centro da cidade, com um terreno entre duas edificações que dá para os fundos da Rua da Constituição. Primeiramente, uma rua, chamada São Lourenço, foi promovida a avenida em 1917.

A avenida leva o nome de Gomes Freire de Andrade, governador do período colonial. Iniciou seu mandato em 1733, e, em seu período, foram construídos o Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa) e o Paço dos Governadores, que passou a se chamar Paço Imperial. É uma figura controvertida, chegando a ser apontado, ao mesmo tempo, como o melhor governador da era colonial e o pior, sendo apontado como arrogante, vaidoso, cruel e genocida.

Também Iniciou as obras da nova Sé, que deram origem a Escola Politécnica, prédio onde funciona o Ifics da UFRJ, no Largo de São Francisco, além de trabalhos em fortalezas, abertura de ruas e muito mais. Gomes Freire morreu em 1763, e seu corpo foi enterrado no Convento de Santa Teresa, outra de suas obras.

Gomes Freire de Andrade, 1º Conde de Borbadela, nasceu em 1685 em Juromenha, no Alentejo. Foi governador e capitão-general do Rio de janeiro por trinta anos – de 1733 a 1963.

Na Av. Gomes Freire, funcionam os estúdios da TV Brasil, antiga TV Educativa, na Lapa.

Foto: Augusto Malta / 1922.

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>