Blog

Rio antigo: Barra da Tijuca, nos anos 50, era região desértica


Diante da aprovação,na Câmara Rio, do Projeto de Lei Complementar 114/2013, que permite mais três pavimentos em prédios residenciais e cinco pavimentos em hotéis na Barra da Tijuca, vale relembrar como o bairro foi um dia totalmente livre da especulação imobiliária. O registro de 1950, da Coleção G. Ermakoff, mostra a praia da Barra sem uma construção sequer. Prova de que a especulação imobiliária que a área sofreu nos últimos 40 anos foi avassaladora. São Conrado também perdeu boa parte de sua natureza em nome de espigões que formam um paredão à beira-mar, a exemplo do que aconteceu com Copacabana e Ipanema. E, pelo visto, mensagens do Executivo como o PLC 114/2013 são um tiro em qualquer possibilidade de preservação de um lugar que já foi um paraíso. Desnecessário assinalar que aquela praia deserta e limpa não guarda resquício de passado tão recente. E seguem as autoridades contribuindo para poluir terra e mar.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>