Rio antigo: Cais do Valongo

Considerado o maior marco da escravidão do mundo, o Cais do Valongo, localizado na zona portuária do Rio, pode perder o título de Patrimônio Histórico da Humanidade por negligência da Prefeitura de Crivella, 130 anos após a promulgação da Lei Áurea. É inadmissível que isso aconteça.

Em julho do ano passado, o Valongo passou a ser considerado Patrimônio Histórico da Humanidade, mas corre risco de perder esse título caso a prefeitura não cumpra uma série de obrigações com as quais se comprometeu.

O motivo principal é a falta de um local seguro onde o monumento possa ficar exposto na região do Valongo.

O local foi porta de entrada de escravos vindos da África. Redescoberto em 2011 durante escavações na zona portuária, o cais foi soterrado durante uma reforma urbana no início do século XX. Em, 2017 o Sítio Arqueológico Cais do Valongo foi declarado Patrimônio Mundial da Unesco.

Foto: Augusto Malta / 1904

 

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>