Rio antigo: Convento da Ajuda

O primeiro mosteiro para mulheres no país, o Convento da Ajuda foi demolido em 1911. As “mães-bentas” feitas pelas irmãs faziam o maior sucesso. Os doces eram vendidos no local, atualmente entre a Cinelândia e a Praça Marechal Floriano.

A localização privilegiada no centro da cidade, entre o Morro do Castelo e Passeio Público, facilitava a encomenda de doces de famílias abastadas para a celebração de casamento ou de batizado. O dindim extra reforçava o caixa do convento.

A construção do convento teve início em 1745 e levou cinco anos para ficar pronta. De formas simples e chapadas, o edifício tinha o telhado em estilo colonial. As paredes, espessas, comum na época protegia as noviças em casos de guerra ou invasão, reforçando a segurança. O edifício ia da Rua da Ajuda até o Passeio Público.

O Chafariz das Saracuras chamava atenção por sua beleza. A obra de mestre Valentim atualmente está na Praça General Osório, sem, evidentemente, as aves. (Saracura é uma ave pequena, de pernas compridas, semi-aquática, que gosta de pântanos e matas. Mal consegue subir poucos metros acima da água ou do chão)

O projeto do Convento da Ajuda é do engenheiro José Fernandes Pinto de Alpoim, que também foi o responsável pela obra. É dele ainda o projeto do  Aqueduto da Carioca.

Foto Augusto Malta S/D. Acervo Biblioteca Nacional.

http://www.riodejaneiroaqui.com/pt/convento-da-ajuda.html

 

Esta entrada foi publicada em Rio Antigo. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>