Blog

Rio antigo: o Parque do Flamengo já tombado pelo Iphan em 1965

Na época desta foto, o Parque do Flamengo (mais conhecido como Aterro) já havia sido tombado. Mas a Marina da Glória ainda não existia como área de atracação pública para embarcações pequenas. Foi inaugurada em agosto de 1977 com o intuito de ser um lugar democrático para incentivar o esporte e turismo náutico onde os usuários, mediante pagamento de taxa de manutenção de valor acessível, poderiam usar a estação de rádio, café e estacionamento. No aniversário de 448 anos da cidade, o melhor presente para o carioca, e para quem veio morar na cidade maravilhosa, é que áreas públicas, como a Marina e o Aterro, sejam preservadas para o fim a que foram destinadas. O projeto do Parque do Flamengo foi concebido pela paisagista e urbanista Lota de Macedo Soares para ser para o Rio de Janeiro o que o Central Park é para Nova York.

“(..) do entulho surgiram gramados, árvores, pistas para caminhadas, campos de pelada, pista de dança, coreto, pista de aeromodelismo, passarelas, passagens subterrâneas, tanque de modelismo naval, pavilhões, teatro de marionetes. E uma praia.”. Citação retirada do livro “Flores raras e banalíssimas: a história de Lota de Macedo Soares e Elizabeth Bishop”. Rio de Janeiro, Rocco 1995.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>