Blog

Rio antigo: edifício “A Noite” era único espigão na Rio Branco

Quando foi construído, em 1930, o Edifício A Noite, na Praça Mauá funcionou como um divisor de águas. A arquitetura europeia abria espaço para um estilo americano. Com o passar dos anos, a Avenida Rio Branco foi tomada por espigões. A prefeitura conseguiu impor novas mudanças no gabarito da Zona Portuária que permitirão a construção de um prédio de 33 metros. Ao longo dos anos, sucessivas alterações na legislação urbana viabilizaram a construção de arranha-céus em diferentes bairros da cidade. Até em meio aos sobrados da Lapa, surgiu um condomínio em função de uma mudança pontual nas regras da região. Abaixo, imagem aérea do bairro de Botafogo – um dos mais adensados da cidade – ainda somente com casas e prédios baixos. Dá para ver bem o imenso pátio da antiga garagem de bondes – na parte inferior da foto – onde foi construída a Cobal Humaitá.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>