Blog

Rio antigo: o Estádio Severiano Ribeiro de um passado de glórias

Impedido de treinar no Engenhão desde que o estádio foi interditado, o Botafogo reúne, em sua história, uma coleção de campos de futebol. Certamente, o mais imponente foi o Estádio Severiano Ribeiro, na Rua Venceslau Brás. Construído em 1912, foi inaugurado no ano seguinte com a partida Botafogo x Flamengo pelo Campeonato Carioca de Futebol. O alvinegro ganhou por 1 a 0, com gol de Mimi Sodré. Somente em 1927 foi lançada a pedra fundamental do palacete colonial que sobreviveu imponente e aparece no alto da foto, atrás do campo. A sede foi vendida pelo ex-presidente do clube, Charles Macedo Borer, para a então Companhia Vale do Rio Doce, na dédcada de 70. O tombamento do palacete impediu que a Vale levasse adiante sua demolição para construção de uma nova sede para a empresa. O clube resgatou a sede da Severiano Ribeiro em uma operação de permuta, na década de 90, mas preferiu livrar-se do campo e fazer parceria com uma empreiteira para construção de shopping center. Repare como não havia ainda prédios na época deste registro no final da década de 30. A curva da Venceslau nem sonhava com o Canecão. Na lado direito da foto, está o prédio que abriga, hoje, a Casa Daros.

Esta entrada foi publicada em Blog. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Rio antigo: o Estádio Severiano Ribeiro de um passado de glórias

  1. Pingback: CPI dos Ônibus | Eliomar Coelho - PSOL - O vereador do Rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>